Manjericão para o pesto, jabuticaba para os bichos: farturas do quintal

Plantei e vou colhendo generosidades que crescem silenciosas no quintal. As refeições da minha família tem cor, aroma e sabor dele, ao que agradeço e peço por nos abençoar sempre com tais farturas

Ler mais

Folia de Reis na rua, manga no pé e leitoa à pururuca na mesa

As casas de Minas, no Natal ou no Ano Novo, costumam servir uma leitoa pururucada. Inteira, com as orelhinhas em pé, a casca crocante. Só temos que saber lidar com a imagem explícita do bicho e nos deliciar com a crocância. É bruto, é bom e é assim que é. Assim que somos no interior de Minas

Ler mais

A magia do chá do hibisco

Tem algumas coisas bonitas pra se fazer com a bonita flor do hibisco, que podem transformar você, seu dia, sua fase de vida

Ler mais

Vamos concordar: pastel

Na padaria, o anúncio escrito na lousa: “Temos pastéis feito na hora.” Eu e o garçom tentamos que fosse corrigido. Nada feito! Me recuso a comer pastel nessas equivocadas condições. Fui embora deixando pra trás a concordância desrespeitada. Vou fazer pastel feito em casa!

Ler mais

O encontro da acelga com quinoa e macadâmia num colóquio sobre o voo do avião

No fim de semana, todo mundo veio almoçar aqui em casa, em terra firme. Como confirmaram em cima da hora, tive que fazer um almoço em cima da hora. Uns segundos pra pensar num cardápio com o que tivesse por ali. Grãos eu tinha: de bico, lentilha e trigo. Pista para um almoço árabe

Ler mais

Chicória com guaraná

Até quem não gostasse do amargor da chicória não resistia à receita feita pela avó. Boa, saborosa, temperada. Podia comer misturadinha no prato com todo o resto, isso podia. Mas gostoso mesmo era rasgar o pão e pinçar com ele a chicória verdinha de dentro do pilão

Ler mais

Quentão para aquecer as noites frias e afoguear as bochechas

Antonio mandou entregar pra Isaura um copo de quentão com o correio elegante: “Me encontra atrás da igreja”. Ela leu e sentiu as bochechas esquentarem. Encontro atrás da igreja não é pra moça direita. Mas já tinha chegado até ali. Bebeu o quentão

Ler mais

Do Sul para a minha vida: o jeito certo de comer pinhão, o descascador de pinhão e meu marido

A receita de hoje não tem segredo: é só misturar o pinhão cozido e triturado à massa de pão. Imagina morder um pedaço de pão caseiro e encontrar aquela maciez do pinhão dando graça ao pão nosso de cada dia. Uma delícia!

Ler mais

Quibe cru para o almoço de domingo

A receita de hoje é fácil e vem do lado árabe da família, herança de vó Sarah Gibrim, mãe do meu pai, que minha mãe Floripes honra com louvor e já passou pra mim faz tempo. O quibe cru pode ser entrada ou prato principal

Ler mais

Pão de Açúcar, pão com salsicha, indulgência ou pé na jaca

Estamos perto de um feriado. Relaxe. Se tiver festa de criança, coma doce, bolinha de queijo. Esbarre na padaria. Peça a coxinha mais dourada, quentinha. Vá pro boteco, peça a porção de mandioquinha frita. Escolha a palavra que te define neste momento: indulgência pra ser fina(o) ou pé na jaca, sem pudor. Divirta-se!

Ler mais