Nações do G7 doarão 1 bilhão de vacinas a países de baixa e média renda; EUA entrarão com 500 milhões de doses

Estados Unidos vão doar 500 milhões de vacinas para países de baixa e média renda

*Atualizado em 14/06/21
Durante a reunião na Inglaterra, no último final de semana, do G7 – grupo das nações com as maiores economias do planeta -, foi anunciada a doação de 1 bilhão de vacinas contra a Covid-19 para o consórcio global Gavi Covax. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson confirmou a doação de 100 milhões de doses, após o anúncio do presidente americano, Joe Biden, de 500 milhões. Não foi divulgado ainda com qual quantidade os demais países irão contribuir.

Segue abaixo o texto original da reportagem.

——————————————————————————————-

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou hoje que o país irá doar 500 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 para 92 países, de baixa e média renda. Segundo o governo americano, as doses serão compradas da farmacêutica Pfizer e 200 milhões delas deverão ser entregues no segundo semestre de 2022 e as demais 300 milhões no primeiro semestre do ano que vem.

“Não estaremos protegidos da Covid-19 até derrotá-la em todos os cantos do globo. É por isso que estamos doando meio bilhão de doses de vacinas para os países que mais precisam. É a coisa certa a fazer – e a coisa mais inteligente a fazer. Essas vacinas vão salvar milhões de vidas”, escreveu Biden em suas redes sociais.

As vacinas serão enviadas através da aliança global Gavi Covax, liderada pela Organização Mundial de Saúde, que tenta garantir a distribuição igualitária para todos os países, sobretudo, os mais pobres. O Brasil não consta na lista daqueles beneficiados com a doação.

Há poucas semanas, os Estados Unidos já tinham anunciado o envio de outras 80 milhões de vacinas a partir deste mês. Nesse lote, que será distribuído entre várias regiões, incluindo a América Latina, o Brasil estará contemplado, mas irá dividir cerca de 6 milhões doses com outras nações do continente.

Até este momento, a aliança global foi responsável pela remessa de 81 milhões de doses para 129 países.

De acordo com o site Our World in Data, 2,2 bilhão de pessoas já receberam pelo menos uma dose da vacina e 458 milhões estão totalmente imunizadas, ou seja, apenas 5,9% da população global.

Israel, Reino Unido, Bahrain, Chile, Uruguai, Hungria e Estados Unidos são os que mais conseguiram vacinar seus cidadãos.

Enquanto isso, a Índia registrou hoje 6 mil mortes pela doença. No Brasil, foram mais de 2,5 mil vítimas nas últimas 24 horas.

Segundo o levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins, 3,7 milhões de pessoas já morreram por causa do novo coronavírus. Os Estados Unidos foram o país com o maior número de óbitos, quase 600 mil. E o Brasil vem logo em seguida, com quase 480 mil mortes.

Estados Unidos vão doar 500 milhões de vacinas para países de baixa e média renda

Gráfico mostra os países onde a vacinação está mais adiantada

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Casa Branca

Leia também:
Comitê Olímpico faz acordo com Pfizer para garantir a vacinação dos atletas da Olimpíada de Tóquio
Após aval dos Estados Unidos para quebra de patentes de vacinas, países europeus apoiam discussão
Greta doa €100 mil de sua fundação para apoiar distribuição de vacinas em países pobres através da iniciativa global COVAX
Nova Zelândia irá doar vacinas para nações vizinhas

Fundação de Bill Gates doa U$ 250 milhões para compra de testes, medicamentos e vacinas anti-COVID em países pobres

Foto: reprodução Facebook Joe Biden

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta