Mais de 20 ONGs internacionais pedem que Brasil investigue criador alemão responsável por programa das ararinhas-azuis

Em carta enviada à ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e ao ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, 24 organizações do mundo todo, incluindo algumas do Brasil, alertam o governo sobre a transferência e o comércio de espécies de aves endêmicas brasileiras. A ACTP é parceira do Brasil no programa de reintrodução e tem feito transferências de aves para zoológicos e criadores, algo visto com preocupação por especialistas em conservação

Ler mais

Filhote de ararinha-azul nascido na natureza dá primeiras espiadas para fora do ninho

Sob o olhar vigilante dos pais, sempre por perto, é possível ver a ararinha curiosa. Filhotes são os primeiros a nascerem em vida livre após quase 40 anos, graças ao programa de reintrodução na Caatinga baiana

Ler mais

Rejeitada proposta para a comercialização de araras brasileiras durante reunião da Cites na Suíça

ICMBio também diz que o Brasil pedirá a repatriação das 26 ararinhas-azuis e das 4 araras-azuis-de-lear enviadas à Índia pela Associação para Conservação de Papagaios Ameaçados (ACTP), da Alemanha

Ler mais

ACTP afirma que informou governo brasileiro sobre envio de araras para zoológico da Índia

Há dois dias o Ibama e o ICMBio disseram que não foram consultados sobre o envio de araras de espécies brasileiras para a Índia, mas numa nota divulgada hoje o criadouro alemão, parceiro do governo no programa de reintrodução da ararinha-azul, contradiz as autoridades ao declarar que elas foram informadas em 2022. Além disso, a ACTP reitera que não houve venda de animais, apenas “empréstimo”

Ler mais

Ibama e ICMBio não foram consultados sobre envio de araras brasileiras a zoológico da Índia

Transferência de 30 araras foi feita pela ACTP da Alemanha, parceira do governo no programa de reintrodução da ararinha-azul. Ministério do Meio Ambiente afirma ainda que é “terminantemente contrário ao comércio, mesmo sob argumento de custear ações para programas de conservação, e não aprova sua venda sob qualquer justificativa”

Ler mais

Organizações do Brasil e exterior se unem em alerta sobre comércio de araras brasileiras

Vinte e uma instituições enviaram uma carta para representantes da Comissão Europeia e da Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies Silvestres Ameaçadas de Extinção (CITES) pedindo o veto para a proposta que defende o incentivo ao comércio internacional da ararinha-azul e da arara-azul-de-lear

Ler mais

Ministério do Meio Ambiente se mantem calado sobre venda de araras brasileiras no exterior

Após denúncia da venda de aves a zoológico na Índia e sobre proposta a ser debatida na reunião da CITES para estímulo ao comércio das ararinhas-azuis e de lear, o governo brasileiro ainda não se pronunciou sobre o assunto. Documentos obtidos pelo Conexão Planeta mostram que a ACTP, parceira alemã do programa de reintrodução da ararinha, tem “poder de decisão soberano”

Ler mais

26 ararinhas-azuis são enviadas ao maior zoológico do mundo, que está em construção na Índia

O futuro zoológico é um empreendimento do bilionário Mukesh Ambani, CEO da Reliance Industries, a maior empresa da Índia, que trabalha com petróleo, gás, varejo e têxteis. Segundo informações obtidas pela Renctas, as ararinhas-azuis foram comercializadas legalmente pela ACTP, criadouro alemão que coordena o programa de reintrodução da espécie no Brasil, junto com o ministério do Meio Ambiente

Ler mais