Uma onça no Corixo Negro

Fotografar é sobre as histórias que você ouve, as lembranças que você carrega, os sonhos que você persegue. É a busca pela felicidade infantil que se conquista no momento em que você captura e eterniza a poesia de uma ínfima fração do tempo e do espaço no sensor da câmera

Ler mais

Os guarás-vermelhos de Cubatão

Poucos lugares que fotografei concentram em um pequeno território tamanho contraste em suas paisagens, e escancaram de maneira tão visual as complexas relações entre o homem e a natureza, com implicações tão críticas para as possibilidades de coexistência da humanidade com todos os demais elementos que determinam a possibilidade da existência, ou não, da própria civilização

Ler mais