Coleção de livros infantis revela a paixão de Itamar Assumpção pelos bichos e pela natureza

As crianças que se deleitarem com o primeiro livro da coleção Itamar para CriançasHomem-Bicho, Bicho-Homem -, lançado hoje, certamente nunca ouviram falar de seu autor: o compositor, músico, cantor e instrumentista Itamar Assumpção

É bem possível que seus pais saibam quem foi este cara genial, muito à frente de seu tempo, que explorou diferentes linguagens artísticas. Ou talvez seus avós tenham sido seus fãs.

Faz 18 anos que Itamar se foi, aos 53, e sua obra segue pulsante e ganha, a cada dia, maior reconhecimento e notoriedade.

Certamente, não será diferente com esta incursão póstuma no universo infantil, que revela sua paixão pela natureza e pelos bichos.

(veja, no final deste post, informações sobre a festa de lançamento online, hoje, 15/3, e a participação na Fliminha, em 17 de março)

A capa do primeiro livro da coleção Itamar para Crianças, da Editora Caixote

Os textos inéditos – escritos na virada dos anos 90 – foram encontrados pela cantora e compositora Anelis Assumpção, filha do músico, nos cadernos em que ele anotava tudo. 

A cantora e compositora Anelis Assumpção encontrou os manuscritos de Itamar que,
agora, começam as virar livros com a Coleção Itamar para Crianças / Foto: Roncca

A edição – que rendeu quatro volumes – coube à poeta Alice Ruiz S e à Isabel Malzoni, diretora da Editora Caixote

“Uma coisa é você mexer no texto de uma pessoa que está viva e fazer uma proposta para ela. No caso do Itamar – e ainda com a relação de admiração que eu tenho por ele -, pensei que ficaria muito difícil”, contou Isabel durante live realizada pelo Clube Quindim de leitura, na semana passada (indico o link no final deste post). 

“Anelis e eu pensamos logo na Alice porque ela trabalhou com o Itamar muitos anos, foram parceiros em muitas letras e muitos trabalhos, e também muito amigos”. 

Alice Ruiz S e Isabel Malzoni: parceiras de edição na coleção do Itamar
Fotos: Estrela Ruiz Leminski e Divulgação/Editora Caixote

Os originais de Itamar eram extensos, como não é comum em literatura infantil. Então, quem melhor poderia traduzi-los do que sua amiga e parceira, que ainda é expert em poesia no estilo haikai? 

Com mais um detalhe: um ano antes de morrer, Itamar mostrou à Alice a sua primeira história infantil – sobre formigas – pra saber sua opinião. Então, imagine a emoção, em 2020, quando recebeu o convite para participar do livro! 

Na live do clube de leitura, ela contou que o texto era enorme e que o músico pediu pra ela mexer e deixar “do jeito que criança gosta”. Alice editou o texto (mantendo cerca de 10% do original) e devolveu-lhe a história, sugerindo um outro título.

A princípio, Itamar se “assustou” com a redução do seu texto original, trocaram algumas ideias, falaram de outros trechos, mas o assunto se perdeu porque o câncer já o consumia. Não deu tempo.

Agora, o sonho de Itamar de falar com as crianças sobre o que realmente importa – bichos e natureza – está sendo realizado por sua filha. 

Quintal da infância e da imaginação

O pavão de Dalton Paula para o primeiro livro de Itamar Assumpção

A coleção Itamar para Crianças será lançada ao longo de 2021 e 2022 e é marcada pelo protagonismo dos animais – e a valorização da natureza -, pelo ritmo sempre presente e as imagens poéticas e inusitadas.

O primeiro livro é Bicho-Homem, Homem-Bicho; o segundo, A Formiga é Formidável, que certamente sairá ainda este ano e será o maior. Para o próximo: uma história de Jabuti e outra de Borboletas. 

Alguns desses bichos habitavam o quintal da infância do músico, na cidade paulista de Tietê, como também o quintal da casa no bairro da Penha, em São Paulo, no qual se divertiram suas filhas: “o quintal era o lugar mais importante da casa”, recorda Anelis.

Ou, ainda, moravam no quintal de sua mente inquieta.

‘Chamado da ancestralidade’

O artista Dalton Paula em seu atelier / Foto: Arquivo Pessoal

Para traduzir os bichos de Itamar de um jeito divertido e ousado como ele, Isabel convidou o artista goiano Dalton Paula, que também é educador

Ele já expôs em bienais e museus como MASP, Tomie Ohtake e MoMa (Nova York) e é reconhecido pela busca de uma linguagem afirmativa para resgatar os saberes da população negra.

Dalton é fã de Itamar e conta que, ao receber o convite de Isabel para realizar esse trabalho tão especial, sentiu “o chamado da ancestralidade”.

Baleia na concepção de Dalton Paula para o primeiro livro de Itamar

Mais um poeta

Pra finalizar esta obra sensível, que traz – numa roupagem poética e onírica – uma mensagem importante para este momento do planeta e da humanidade, Isabel convidou o cantor e compositor Chico César para assinar a contra-capa do livro. 

Em forma de poesia, ele fala da pegada lúdica, ecológica e transcendental de Itamar, que fala de bichos e de meio ambiente em suas histórias: 

“Puxando o fio da meada que nos liga à natureza/ à nossa natureza/ a natureza dos bichos/ a natureza das pessoas/ e à natureza dele…”.

A natureza de Itamar

Ele era um dos ícones da chamada Vanguarda Paulista. Fez parcerias célebres com poetas como os amigos Alice Ruiz e Paulo Leminski, músicos e cantores como Luiz TatitAlzira ENaná Vasconcelos Chico César.

Foi imortalizado pelas canções Fico LoucoSutilMilágrimas (a letra de Alice Ruiz S virou livro ilustrado pela Caixote, em 2020), Dor EleganteIsso Não Vai Ficar Assim Já deu pra Sentir, interpretadas por Zélia Duncan, Ná Ozzetti, Cássia Eller e Ney Matogrosso, entre outros. 

E eu acrescento a esse repertório precioso uma das músicas de Itamar que eu mais amo: Tua Boca, de 1993.

Para conhecer um pouco da personalidade irreverente e de sua obra potente e visionária, vale assistir aos documentários Daquele Instante em Diante, de Rogério Velloso, e Reverberações – Itamar Assumpção, de Pedro Colombo e Claudia Pucci. 

Festas de lançamento

Anelis Assumpção, Alice Ruiz S e Dalton Paula participam das festas de lançamento 
(online) do primeiro livro da coleção Itamar para Crianças. A jornalista Patrícia Palumbo
vai acompanha-los em 15 de março pelo site do Museu Itamar Assumpção  
 

A festa e lançamento da coleção Itamar para Crianças, com o primeiro livro Bicho-Homem, Homem-Bicho, acontece hoje, 15/3, às 20h, durante live organizada pelo Museu Virtual Itamar Assumpção – MU.Ita.

Participarão a cantora e compositora Anelis Assumpção, filha de Itamar, o artista Dalton Paula, ilustrador da coleção, e a poeta Alice Ruiz S, responsável pela edição da obra, junto com Isabel Malzoni, diretora da Editora Caixote.

A mediação será feita pela jornalista Patrícia Palumbo, e a festa ainda terá convidadas especiais como Tata Fernandes, Claudia Missura, Alzira E.

Em 17/3, às 14h, outra live fará parte do lançamento da coleção, desta vez no site da Fliminha – Festa Literária da Mantiqueira, também com Anelis, Dalton e Alice.

Agora, assista à live com o Clube Quindim de leitura, realizado em 9 de março, com Izabel Malzoni, Alice Ruiz S e Dalton Paula, mediados por Renata Nakano.

Foto: montagem com capa do livro e foto de Itamar Assumpção/Reprodução, Rádio Senado

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.