PUBLICIDADE

Uso de herbicida com glifosato pode ter causado envenenamento de cães no Rio de Janeiro

Uso de herbicida com glifosato pode ter causado envenenamento de cães no Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está trabalhando com a suspeita de que o envenenamento de pelo menos 40 cães na zona oeste e a morte de sete deles podem ter sido provocados pelo uso de um herbicida com glifosato em canteiros do bairro Jardim Oceânico. O produto é utilizado para acabar com matos em canteiros e jardins.

Segundo a investigação feita pela Delegacia de Polícia do Meio Ambiente (DDMA), que ouviu diversos funcionários e moradores de condomínios da região, uma denúncia revelou que um zelador teria sido visto borrifando o pesticida.

O homem já foi ouvido e o material apreendido e enviado para análises em laboratório.

PUBLICIDADE

O glifosato é o principal ingrediente ativo de diversos pesticidas e herbicidas. Registrado em 130 países e o mais vendido no mundo, esse agrotóxico tem sua utilização aprovada para mais de 100 cultivos diferentes, apesar de, em 2015, a Organização Mundial de Saúde (OMS) ter alertado que ele provocou câncer em animais tratados em laboratório e é um potencial causador de alterações na estrutura do DNA e cromossomos das células humanas. E em 2022, um estudo associou o glifosato a convulsões em animais.

No Brasil, em 2019, o glifosato deixou de ser considerado “extremamente tóxico” após uma mudança da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Os tutores dos cães que foram envenenados no Rio relataram que os animais apresentaram sintomas como vômito e salivação excessiva. O ator Cauã Reymond teve dois cachorros intoxicados; Romeu, que infelizmente morreu, e Shakira, que precisou ser hospitalizada, mas na última sexta-feira (14/07) voltou para casa – ela aparece bem, na imagem que abre este post, compartilhada nas redes sociais.

———————–

Acompanhe o Conexão Planeta também pelo WhatsApp. Acesse este link, inscreva-se, ative o sininho e receba as novidades direto no celular

Leia também:
Altos níveis de glifosato, agrotóxico mais usado no mundo, são encontrados em 55% de amostras de esperma na França
Alemanha aprova proibição do glifosato, agrotóxico mais usado no mundo

Foto de abertura: reprodução Instagram Cauã Reymond

Comentários
guest

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carmen Lucia Aguiar
Carmen Lucia Aguiar
28 dias atrás

É um completo absurdo que esses venenos continuem sendo comercializados como se não fossem veículos para alterações genéticas, envenenamentos, diversos tipos de câncer, alterações orgânicas de toda ordem, etc. Animais indefesos sofrendo dessa forma, morrendo, porque alguém resolveu que é aceitável usá-los para tornar canteiros mais “bonitinhos”. Espero que a polícia e a justiça tomem providências contra esse crime, e que uma nova legislação proíba definitivamente esses venenos que usam rótulos de “defensivos”.

Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE