PUBLICIDADE

Único panda albino conhecido no mundo é fotografado na China

Único panda albino conhecido no mundo é fotografado na China

Em 2019, a câmera de uma armadilha fotográfica na Wolong National Nature Reserve, na província de Sichuan, na China, flagrou uma imagem que surpreendeu o mundo: um urso panda albino filhote. Nunca antes um animal assim tinha sido observado ou fotografado. Desde então, a administração do parque tem tentado obter novas imagens que comprovem a existência de um indivíduo tão raro.

albinismo é a ausência de pigmentação ou coloração e raramente é encontrado na natureza. Por isso, sempre que uma espécie apresenta essa condição, biólogos tentam entender melhor como ela pode afetar ou não a interação dentro de seu grupo. Algumas fêmeas, por exemplo, rejeitem os filhotes por causa de sua cor diferente.

Mas não parece ser esse o caso do urso panda albino chinês porque recentemente ele foi avistado mais uma vez, pelas armadilhas fotográficas da reserva de Wolong em um vídeo.

Ao contrário das cores preta e branca e a tradicional “máscara” em volta dos olhos*, ele apresenta todo o pelo em um tom, que pelo menos pela foto, se aproxima mais do bege.

Não se sabe ainda se ele é macho ou fêmea. Todavia, já é quase do tamanho de um adulto.

Em alguns casos, o albinismo pode estar associado com o aparecimento com certas doenças ou deficiências físicas. Mas não parece o caso do panda.

As imagens divulgadas só agora foram feitas no começo do ano. Nesta acima, o panda albino aparece interagindo com uma fêmea. Existe a suspeita de que ela possa ser sua mãe
(Foto: divulgação Wolong National Nature Reserve)

Em 2021, o panda gigante deixou de ser considerado criticamente ameaçado de extinção na China, passando à categoria “vulnerável”, ou seja, ainda necessita de proteção, mas o número de indivíduos já apresenta um aumento expressivo.

Os pandas (Ailuropoda melanoleuca) são observados principalmente em florestas temperadas, no alto das montanhas do sudoeste do território chinês.

*Nem todos os pandas são preto e branco; o panda Qinling (Ailuropoda melanoleuca qinlingensis) é uma rara subespécie marrom e branca.

**Com informações do site Science Alert

Leia também:
Única jaguatirica albina do mundo se adapta bem a novo lar, um ano após ser resgatada sozinha e debilitada
Alvinho, o raríssimo tamanduá-bandeira albino do Cerrado brasileiro
Filhotes de baleias muito raros, semi-albinos, são avistados no litoral sul do Brasil
Registrado pela primeira vez no mundo nascimento de tartaruga gigante de Galápagos albina

Foto de abertura: divulgação Wolong National Nature Reserve

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE