PUBLICIDADE

Uma nova e rara espécie de tarântula, azul brilhante, é descoberta na Tailândia

Uma nova e rara espécie de tarântula, azul brilhante, é descoberta na Tailândia

Azul é uma das cores mais raras de ser vista na natureza. Por esta razão, encontrar uma nova espécie de cor azul brilhante parece ser ainda mais fascinante. É o caso de uma tarântula descoberta na Tailândia.

Batizada com o nome científico de Chilobrachys natanicharum e popular de tarântula azul elétrica, ela foi achada por um grupo de pesquisadores, acompanhados do youtuber JoCho Sippawat, um amante da natureza, que descobriu uma outra espécie dessas aranhas, em 2022 (leia mais aqui).

A nova tarântula azul foi observada numa área de manguezal na província de Phang-Nga.

PUBLICIDADE

“O primeiro exemplar que encontramos estava em uma árvore do manguezal. Essas tarântulas habitam árvores ocas, e a dificuldade de capturar uma tarântula azul elétrica está na necessidade de subir em uma árvore e atraí-la para fora de um complexo de buracos em meio à umidade e condições escorregadias. Durante nossa expedição, caminhamos à noite e durante a maré baixa, conseguindo coletar apenas duas delas”, revelou o pesquisador Narin Chomphuphuang, da Universidade de Khon Kaen, e principal autor do artigo científico com a descrição da nova espécie no jornal ZooKeys.  

Segundo Chomphuphuang, o segredo por trás da coloração azul da tarântula não está na presença de pigmentos dessa cor, mas numa estrutura única do seu pelo, que incorpora nanoestruturas que manipulam a luz para criar a impressionante aparência azul.

“A tarântula azul elétrica demonstra notável adaptabilidade. Ela pode prosperar em tocas arbóreas e terrestres em florestas perenes. No entanto, quando se trata de florestas de mangue, seu habitat é restrito a residir dentro de ocos de árvores devido à influência das marés”, explica.

Segundo os cientistas, a tarântula azul já era conhecida no mercado ilegal de animais exóticos, todavia, ainda não tinha sido descrita oficialmente e nem tinha um nome científico, muito menos qual era seu habitat.

Imagens da tarântula azul elétrica
(Foto: reprodução artigo Zoo Keys)

Os envolvidos na descoberta alertam ainda que os manguezais da Tailândia estão ameaçados e isso coloca em risco a sobrevivência dessa nova e rara espécie.

“Isto levanta uma questão crítica: estamos a contribuir involuntariamente para a destruição dos seus habitats naturais, expulsando estas criaturas únicas das suas casas?”, perguntam os pesquisadores na conclusão de seu artigo científico.

*Com informações e entrevistas contidas na reportagem do site Phys.org

Leia também:
Nova espécie de tarântula gigante é descoberta na Austrália
Cientistas descobrem uma nova e rara espécie de aranha, parente da tarântula
Mamma Mia!: cientistas fãs da banda sueca batizam novo gênero de aranha de ABBA|
Veneno de aranha da Amazônia pode ser usado no desenvolvimento de medicamentos e inseticidas biológicos

Foto de abertura: reprodução artigo Zoo Keys

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE