“Uma brisa no meio da tempestade”, diz Ailton Krenak sobre sua premiação com o ‘Juca Pato’, troféu de literatura

Ele ficou surpreso com a notícia porque é um contador de histórias, não escritor. E também muito feliz já que o troféu reconhece a oralidade como expressão literária. Nesta entrevista, também fala de lives, que tiraram seu sossego, de conjuntura e do desejo de que todos “fiquem vivos” nesta pandemia