Um Dia das Mães muito especial

Um Dia das Mães muito especial

A proximidade com a celebração de mais um Dia das Mães me fez recordar um momento super meigo e adorável, quando tive a grande oportunidade de registrar uma ‘mãe-muriqui’ e seu filhotinho saltando livres na natureza. A ocasião especial ocorreu em meados de 2016, quando acompanhava as expedições do Projeto Muriqui pelas florestas de Santa Maria de Jetibá, município da região serrana do Espírito Santo.

Há quase 20 anos, a descoberta de pequenos grupos da espécie no estado mobilizou diversos pesquisadores a atuarem por sua conservação. A iniciativa administrada pelo Instituto de Pesquisas da Mata Atlântica (IPEMA) e pelo Departamento de Ciências Biológicas (UFES) ficou conhecida como “Projeto Muriqui” e, desde então, recebe apoio de diversas organizações ambientais preocupadas com o futuro desses animais.

Os muriquis-do-norte são um dos primatas com maior risco de extinção em todo o planeta, com população de apenas mil indivíduos no território brasileiro. A espécie é endêmica da Mata Atlântica, ocorrendo em fragmentos florestais do Espírito Santo, da Bahia e de Minas Gerais, onde são encontrados em maior quantidade.

Nas terras capixabas, a região de Santa Maria de Jetibá ganhou tamanha notoriedade entre biólogos, cientistas e pesquisadores que os animais se acostumaram com a presença humana em seu habitat natural. O local tornou-se o cenário perfeito para meu trabalho como fotógrafo de natureza, me dando a chance de aproveitar a receptividade deles para produzir lindos registros da vida selvagem.

Em todas as expedições que realizei em parceria com o Projeto Muriqui, lá estavam eles, pulando pela floresta. Mas certa vez, em um campo como qualquer outro, os pequenos pareciam ter sumido da região. Estava tudo muito calmo e tranquilo, sem qualquer sinal de vida. Até que resolvemos colocar o pé na estrada, contornar o vale e partir em busca da família perdida.

Levou apenas algumas horas para que meu coração se enchesse de felicidade ao avistar, no topo de uma embaúba, uma mamãe carregando seu filhotinho nas costas, saltando de galho em galho com exímia habilidade. Neste momento, ouvia-se apenas o farfalhar das folhas e o obturador da minha câmera a todo vapor, lutando para acompanhar o movimento da dupla esgueirando-se no topo das árvores.

A equipe acompanhou os malabarismos por toda a floresta, enquanto eu, simplesmente maravilhado, tomava a liberdade de procurar os melhores ângulos para eternizar o momento. Observei a mãe e filhote com atenção, tentando entender seus padrões de comportamento. Até encontrar, em meio à folhagem, o lugar perfeito para registrar o exato instante em que mãe e filhote trespassaram os galhos e, junto com o restante do grupo, seguiram seu caminho mata adentro.

Um Dia das Mães muito especial

O resultado foi gratificante. Até hoje lembro da alegria de vê-los tão felizes e livres na natureza. A cauda do filhote enrolada fortemente ao corpo da mãe, que se locomovia a vários de metros de altura para proteger aquele serzinho tão frágil, mas tão importante para o futuro da sua espécie, sugere que ainda somos capazes de construir um futuro melhor para o meio ambiente.

A maternidade é símbolo de resistência e esperança na luta pela conservação. É um dos fenômenos mais encantadores e importantes da nossa grande mãe natureza.

Um Feliz Dia das Mães!

Um Dia das Mães muito especial

Leia também:
Muriqui que vive sozinha há mais de 10 anos, isolada por causa do desmatamento, ganha enfim uma nova família
Descoberta de Esmeralda traz esperança para reprodução dos muriquis na Mata Atlântica
‘Legado das Águas’ é um dos últimos refúgios contra a extinção do muriqui-do-sul, o maior macaco das Américas
Vai ter briga!?

Leonardo Merçon

Fotógrafo de natureza e conservação, é fundador do Instituto Últimos Refúgios, ONG sem fins lucrativos que busca sensibilização ambiental através da cultura, em especial, fotografias e vídeos. Leonardo já realizou diversas exposições no Brasil e também na Alemanha, Itália e França. Tem cinco livros publicados, quatro documentários em vídeo, séries para TV/Youtube e matérias veiculadas na BBC, National Geographic Brasil, Fantástico, Google Arts & Culture

Um comentário em “Um Dia das Mães muito especial

  • 8 de maio de 2021 em 12:32 PM
    Permalink

    Toda maternidade é sagrada. No entanto, a dos animais, além de profanada e desassistida, nem sempre é respeitada. Animais em extinção ou não, merecem e precisam gestar, parir e acompanhar o crescimento de seus bebês em paz e protegidas, exatamente como mães humanas, na maioria, apreciam fazer, com o mesmo desvelo e devotamento; o contrário disso é anti natural, irracional e sádico, não importando motivos alegados para justificar o injustificável. Crimes contra a maternidade de qualquer espécie animal, são crimes contra o Universo, contra a Natureza e contra a Criação de Deus; não tem perdão. Não tem.

    Resposta

Deixe uma resposta