PUBLICIDADE

Tubarão do Ártico que vive séculos surpreende cientistas ao ser avistado nas águas quentes do Caribe

Tubarão do Ártico que vive séculos surpreende cientistas ao ser avistado nas águas quentes do Caribe

O tubarão da Groenlândia (Somniosus microcephalus) é uma espécie símbolo do Oceano Ártico e do Atlântico Norte. Habita águas muito profundas, com temperatura negativa. Cresce poucos centímetros por ano, pois tem o metabolismo muito lento. Pode chegar a pesar quase uma tonelada e a medir até 7 metros, quase o mesmo do que um tubarão branco. E o mais impressionante é que esse gigante dos mares pode viver séculos.

Há alguns anos cientistas descobriram um desses tubarões, com estimados 400 anos, seja o vertebrado mais antigo do planeta. A indicação da possível idade se deu após o estudo do cristalino dos olhos de 28 fêmeas. Na maior delas, a análise apontou que sua idade deveria beirar quase quatro séculos, mais precisamente 392 anos. Ou seja, ela tinha nascido por volta de 1.600.

Agora, novamente, um tubarão da Groenlândia surpreende pesquisadores, mas ao ser observado a milhares e milhares de distância do Ártico, mais precisamente, perto de recifes de corais, nas águas quentes da costa de Belize, no Caribe.

Enquanto trabalhava com pescadores locais na região para monitorar tubarões-tigres, Devanshi Kasana, pesquisadora da Florida International University (FIU), quando a equipe se deparou com um animal bastante lento, com um focinho arredondado e olhos azuis claros. Definitivamente aquele não era um tubarão-tigre.

“No início tive certeza de que era outra coisa, como um tubarão de seis guelras, bem conhecido nas águas profundas dos recifes de coral”, disse Kasana. “Eu sabia que era algo incomum e os pescadores também, que nunca tinham visto nada parecido em todos os seus anos de pesca”.

Ao trocar mensagens com especialistas em vida marinha mais experientes e enviar a foto feita, veio a resposta que a pegou de surpresa. Aquele era um tubarão da Groenlândia!

Como muito pouco se sabe sobre essas criaturas misteriosas, não é possível descartar a possibilidade deles nadarem nas profundezas entre os continentes. E não apenas nas águas do Ártico.

O relato científico sobre o avistamento do tubarão da Groenlândia na costa de Belize foi descrito num artigo na publicação Marine Biology.

Tubarão do Ártico que vive séculos surpreende cientistas ao ser avistado nas águas quentes do Caribe

Registro do tubarão da Groenlândia encontrado no Caribe
(Foto: Devanshi Kasana)

*Com informações e entrevista publicadas no site da Florida International University

Leia também:
Paleontólogos descobrem que maior tubarão que já existiu no planeta conseguia comer uma presa do tamanho de uma orca
Não bastasse ser o maior peixe dos oceanos, tubarão-baleia ganha novo título: maior onívoro do planeta
Tubarão-tigre abocanha câmera que registra imagens raras do interior da boca de um dos maiores predadores dos mares

Foto de abertura: Hemming1952, CC BY-SA 4.0 via Wikimedia Commons

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE