Marcelino Apurinã, o plantador de florestas

Num canto do Brasil onde desmatar virou palavra de ordem, ‘seu Marcelino’ conjuga diariamente o verbo semear. Disposto a ser semente de novas florestas ele planta tucumã, castanheira, andiroba no meio da mata na Terra Indígena Caititu, no município de Lábrea, sul do Amazonas

Ler mais

Enfim, o outono chegou!

Para a lavoura, chegaram as férias! Para a horta, momento de colheita e replantio. E para o jardim, a hora de descanso

Ler mais