Papa Francisco recebe bispos da Amazônia e pede que “escutem os povos indígenas e os mais pobres” e denunciem atos contra direitos e a ‘casa comum’

17 bispos da região amazônica conversaram com ele por quase duas horas sobre o papel da igreja católica e a violência contra os povos indígenas e vulneráveis. Ele os encorajou a atuarem “sem medo de encarar os desafios” e também denunciar tudo que “pisoteia os direitos fundamentais das populações indígenas e do cuidado com a casa comum”. No final, ganhou um #cocar. Quando o viu, perguntou, bem humorado: “É uma mitra?”

Ler mais