Suécia inaugura primeira estrada elétrica do mundo

suecia-estrada-eletrica-2-800

Quando a gente acha que já viu tudo, se depara com uma nova e sensacional novidade: a fabricante sueca de caminhões Scania, a alemã Siemens e o governo da Suécia acabam de anunciar o início das operações da primeira estrada elétrica do mundo. Localizada perto da cidade de Gävle, a cerca de 2 horas da capital Estocolmo, a nova tecnologia funciona em um trecho de 2 quilômetros de uma rodovia (E16) já existente, em condições normais de tráfego.

Foram vários anos de desenvolvimento para implementar a tecnologia. A Siemens criou o sistema de tração elétrica, que assim como em bondes e trens de superfície, trabalha com um dispositivo aéreo de alimentação de energia, que utiliza cabos ligados à rede elétrica.

Já o caminhão híbrido da Scania teve acoplado em sua parte superior o engate para se conectar aos cabos elétricos. Assim que ele entra no trecho elétrico da estrada, a conexão é ativada. Em outras situações, o veículo funciona como híbrido, ou seja, por combustão utilizando biocombustível ou com a bateria elétrica.

“A estrada elétrica é um importante passo rumo ao transporte sem combustível fóssil”, disse Claes Erixon, chefe do Departamento de Pesquisas da Scania, em comunicado à imprensa.

O governo da Suécia assumiu um compromisso de eficiência energética pra lá de ambicioso: quer ter uma frota de veículos limpa até 2030. Isso significa que nenhum carro, ônibus ou caminhão no país será movido a gasolina ou diesel.

Parte do investimento feito na implantação da rodovia elétrica em Gälve foi financiado por uma programa governamental de estímulo a novas soluções e tecnologias sustentáveis. O valor chegou a 77 milhões de coroas suecas, o equivalente a quase 30 milhões de reais. O restante veio do governo municipal e da iniciativa privada.

Sensacional, não?

Leia também:
Elétrico, autônomo, conectado e compartilhado
Holanda pode aprovar lei que só permitirá compra de carros novos elétricos
Suíça testa primeiro sistema de ônibus elétricos sem motorista do mundo
Carros elétricos serão recarregados nas ruas de Munique

Foto: divulgação Scania

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta