PUBLICIDADE

São Paulo terá primeira usina de geração de energia elétrica a partir de lixo residencial

São Paulo terá primeira usina do país de geração de energia elétrica a partir de lixo residencial

Foi lançada hoje a pedra fundamental para a construção da Usina de Geração de Energia Elétrica do Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema (CIVAP), na cidade de Palmital, localizada a pouco mais de 400 km da capital paulista. A usina irá transformar lixo residencial em energia elétrica. Será a primeira do estado a usar esse tipo de tecnologia.

O projeto, realizado por meio de uma parceria pública privada (PPP), contemplará inicialmente outros 13 municípios da região, além de Palmital. O lixo será coletado de aproximadamente 150 mil casas de Cândido Moura, Tarumã, Assis, Paraguaçú Paulista, Florinea, Santa Cruz do Rio Padro, Ourinhos, Ibirarema, Echaporã, Oscar Bressane, Lutécia e Pedrinhas Paulista.

A estimativa é que as obras sejam finalizadas entre 15 a 18 meses e numa área de 15 mil m² a capacidade seja para o recebimento de 300 toneladas de lixo/dia e geração de 144 MW/dia, o suficiente para atender a demanda energética de quase 30 mil residências por ano.

Outro ponto positivo da futura entrada em operação da nova usina será que ela evitará o descarte anual de quase 94 mil toneladas de resíduos em aterros sanitários.

De acordo com a concessionária BAL-CIVAP, responsável pelo projeto, as cinzas geradas pela transformação do combustível derivado dos resíduos em gás são inócuas ao meio ambiente, podendo ser reaproveitadas para fazer massa asfáltica e tijolos.

“Receberemos o lixo in natura, trituramos, desidratamos e criamos um combustível, que posteriormente é transformado em gás”, explica Luciano Reis Infiesta, presidente da Carbogás Energia, empresa executora do projeto e detentora da patente.

Leia também:
Lodo de esgoto e resíduos orgânicos viram energia na primeira usina de grande porte de biogás do Brasil
Curitiba fará teste com ônibus movido a biometano, produzido a partir do lixo orgânico
Resíduos orgânicos viram biocombustível para caminhões de lixo em Berlim
Brasil é 4o maior poluidor de lixo plástico do planeta e o que menos recicla

Foto de abertura: montagem domínio público/pixabay (torre de energia) e Toninho Tavares/Agência Brasília/Flickr (coleta de lixo)

Comentários
guest

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Eduino de Mattos
1 ano atrás

PNRS > [informando/lembrando] A INCINERAÇÃO DE RESÍDUOS É PROIBIDA NO BRASIL.
*POLÍTICA REVERSA DE RESÍDUOS > Regulamentação e Operacionalidade é Obrigação Municipal, de Acordo com as Normas Federais: o Recolhimento de Embalagens Pelos Fabricantes, Distribuidores, Comerciantes,..

Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE