PUBLICIDADE

Retratar o outro é respeitar o momento sem roubar-lhe os segredos da alma

renato-soares-menina-com-borboletas-800
Os dias vão passando na aldeia e, aos poucos, as imagens vão surgindo como as histórias do Xingu. O cacique Awalukumã começou um belo trabalho com o barro. A grande arte dos Waurá certamente é a cerâmica, uma especialidade devota de centenas de anos.

Envolvido em lixar e molhar o barro já seco, o cacique passou boa parte do dia neste trabalho. As panelas são imensas e pesadas chegando a ter 60 cm de diâmetro e é preciso um grande esforço físico para trabalhar com estas panelas.

Em um dado momento, o cacique largou a panela no chão, afastou-se uns cinco passos, e como um engenheiro que observa ao longe as linhas de sua obra em execução, passou a olhar a peça por vários ângulos.

PUBLICIDADE

Um sorriso maroto brotou-lhe na face. Mais um ajuste aqui e pronto?! Não, ainda é preciso que o barro descanse e seque antes da queima, uma arte feita com dedicação e paciência.

renato-soares-ceramica-800O cacique, compenetrado, ao lixar e molhar o barro já seco

renato-soares-panela-barro-800Pesadíssimas, as panelas de cerâmica chegam a ter 60 cm de diâmetro

Comentários
guest

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jane Petry
8 anos atrás

Que lindo Renato! As fotos e a frase título é de uma sensibilidade gigante, poesia!! Parabéns!

Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE