Moby doa 100% dos lucros de novo restaurante vegano para proteção dos animais

Aos 50 anos, Moby (à esquerda) inaugura restaurante vegano e orgânico nos Estados Unidos
Aos 50 anos, Moby (à esquerda) inaugura restaurante vegano e orgânico nos Estados Unidos

Conhecido no mundo inteiro por sua música eletrônica, o músico Moby tem um lado B não tão popular assim: ele leva um estilo de vida vegano há 28 anos e é um ferrenho defensor dos direitos dos animais. Por isso mesmo, não é de surpreender que o artista inaugurou, no final de 2015, o restaurante vegano Little Pine na cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos. Porém, um anúncio feito por ele na semana passada pegou todos desprevenidos: todo o lucro obtido pelo estabelecimento será doado para a proteção dos animais. Demais, não?

“Little Pine é uma extensão daquilo em que acredito, por isso decidi doar 100% dos seus lucros a organizações de bem-estar animal. Quero representar o veganismo numa luz positiva e ajudar estas organizações que fazem um trabalho extraordinário”, justificou Moby ao site The Dodo.

Entre as organizações que serão beneficiadas pelos lucros do restaurante vegano de Moby, estão: PETA, Humane Society of the United States, Farm Sanctuary, Mercy for Animals, Animal Legal Defense Fund e Sea Shepherd Conservation Society. Todas elas são defensoras do bem-estar animal.

restaurante-vegano-little-pine-moby

Quem está a frente da cozinha do restaurante vegano é a chef nova iorquina Anne Thornton, famosa por beber da fonte da culinária francesa. Inteiramente composto por bebidas e alimentos orgânicos, o cardápio inclui um dos pratos prediletos de Moby: conchiglione ao molho pesto acompanhado de alcachofra assada e espinafre.

Afinal, o que significa seguir um estilo de vida vegano? Em primeiro lugar, é preciso entender que uma pessoa vegana é aquela que busca excluir exploração e crueldade com animais de sua vida, desde a alimentação ao vestuário. Resumidamente, veganos não comem nenhum produto de origem animal, incluindo frango, peixe, leite, ovos e gelatina ou usam produtos de couro, pele, lã e seda, por exemplo.

O restaurante vegano Little Pine, inaugurado em novembro, é administrado pelo próprio Moby. Em sua carreira, o músico realizou vários trabalhos para defender a causa animal, entre eles o álbum “Animal Rights”, de 1996, e o livro “Gristle: From Factory do Food Safety (Thinking twice about the Meat We Eat)”, de 2010.

Foto: Steve Jurvetson/Creative Commons e Divulgação/Little Pine

Marina Maciel

Jornalista, Marina escreve sobre meio ambiente para diversas publicações brasileiras desde 2011. Já colaborou para veículos como Superinteressante, Exame, VEJA, VEJA SP, M de Mulher, Casa Claudia, VIP, Cosmopolitan Brasil, Brasil Post, National Geographic Brasil, INFO e Planeta Sustentável.

6 comentários em “Moby doa 100% dos lucros de novo restaurante vegano para proteção dos animais

  • 3 de março de 2016 em 1:03 PM
    Permalink

    oi? “o cardápio inclui um dos pratos prediletos de Moby: conchiglione ao molho pesto acompanhado de alcachofra assada, espinafre e MARISCOS marinados” me explica direito

    Resposta
    • 3 de março de 2016 em 1:10 PM
      Permalink

      Aline, foi um erro! Não tem mariscos, claro! Obrigada por apontar.
      Abraços!

      Resposta

Deixe uma resposta