Renato Janine Ribeiro, professor de filosofia política e ética e ex-ministro da Educação, é eleito presidente da SBPC

Renato Janine Ribeiro, professor de filosofia política e ética e ex-ministro da Educação, é eleito presidente da SBPC

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), principal órgão que congrega a comunidade científica do país, anunciou, hoje à tarde, o novo presidente para o biênio 2021-2023: Renato Janine Ribeiro, professor de filosofia política e ética da USP e ex-ministro da Educação.

Para a vice-presidência, foram escolhidos a socióloga Fernanda Sobral, professora aposentada da UnB (que já ocupava o mesmo cargo na diretoria atual, que continua ativa este mês), e o físico Paulo Artaxo, da USP, grande especialista em mudanças climáticas.

Importante ressaltar que a nova diretoria é composta por sete mulheres. “Um número inédito na história de 73 anos da SBPC”, destaca o site da instituição. São elas: Claudia Linhares Sales, atual secretária, eleita secretária-geral; as três vagas de secretários foram preenchidas por Miriam Pillar Grossi, Laila Salmen Espíndola e Francilene Procópio Garcia; e as duas vagas de Tesoureiro: a primeira ficou com Marimélia Porcionatto e a segunda com Ana Tereza de Vasconcelos.

“Conto com absolutamente TODA a comunidade científica e acadêmicos, mais todos os que defendem a VIDA, no biênio que começa no final de julho. Vivam a ciência, o Brasil, a educação, a vida!”, escreveu Ribeiro em seu perfil no Facebook.

Os eleitos serão empossados em 23 de julho, na Assembleia Geral Ordinária dos Sócios, que será realizada durante a 73ª Reunião Anual da SBPC.

A votação aconteceu entre os dias 3 e 21 de junho, pela internet, e contou com 60% dos sócios que têm direito a votar (3.190), sendo esta a maior participação desde 2009, de acordo com a instituição.

Renato recebeu 1.205 votos e o neurocientista Carlos Alexandre Netto, ex-reitor da UFRGS, 617.

Em suas campanhas, os dois candidatos ressaltaram a importância da Ciência para superar os efeitos nefastos da pandemia da covid-19 e de anular os cortes nos investimentos em pesquisa no Brasil, decididos pelo governo Bolsonaro.

Por sua trajetória, é possível esperançar que a gestão de Renato Janine Ribeiro poderá ajudar a promover a área científica e a conquistar o prestigio que ela sempre teve em nosso país, tornando possível vislumbrar o futuro. Sem Ciência, isso é utopia.

Com informações da SBPC

Foto: Divulgação/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Um comentário em “Renato Janine Ribeiro, professor de filosofia política e ética e ex-ministro da Educação, é eleito presidente da SBPC

  • 23 de junho de 2021 em 8:10 PM
    Permalink

    Renato Janine e o time que acaba de ser eleito para a SBPC têm enorme credibilidade e competência para ajudar a descontaminar o vírus do negacionismo que infectou a ciência brasileira.

    Resposta

Deixe uma resposta