PUBLICIDADE

Raríssimo nascimento de elefantes gêmeos e de sexos diferentes é registrado na Tailândia

Raríssimo nascimento de elefantes gêmeos e de sexos diferentes é registrado na Tailândia

Foi um susto geral para os cuidadores de Jamjuree, uma elefanta asiática de 36 anos que vive no Ayutthaya Elephant Palace and Royal Kraal, ao norte de Bangkok, na Tailândia. A fêmea estava prenha e sabia-se que estava se aproximando a hora dela parir.

Na sexta-feira (07/06) à noite, Jamjuree entrou em trabalho de parto e em pouco tempo nasceu um macho, pesando 80 kg. Mas para surpresa de todos, 18 minutos depois, a elefanta deu à luz a outro filhote. Contudo, a mãe também não esperava parir duas crias e agitada, começou a atacar o pequeno elefantinho.

Um dos cuidadores precisou intervir e acabou sendo ferido por Jamjuree, entretanto, felizmente o segundo filhote foi protegido. Era uma fêmea, um pouco menor que o irmão gêmeo, com 60 kg.

PUBLICIDADE

Nascimento de gêmeos entre elefantes é algo muito raro. Acontece em apenas 1% dos casos, segundo a organização Save the Elefants. Dificilmente a mãe tem leite suficiente para amamentar dois filhotes. Na natureza, em geral, um deles ou ambos acabam morrendo.

Após o choque inicial, Jamjuree já se habituou com os pequenos gêmeos e aceitou a filhote. Eles estão recebendo leite suplementar e até ganharam um pequeno banquinho, para ficarem mais altos e conseguirem alcançar as mamas da mãe.

O Ayutthaya Elephant Palace and Royal Kraal é um centro de acolhimento de elefantes, que eram explorados na Tailândia. Desde 2010, foi proibido o uso desses animais nas ruas, seja para fazer o transporte de cargas ou para atrair turistas.

Todavia, organizações de proteção animal criticam as atividades realizadas no Ayutthaya Elephant Palace.

Raríssimo nascimento de elefantes gêmeos e de sexos diferentes é registrado na Tailândia

À esquerda, a pequena fêmea, nascida 18 minutos após o irmão mais velho, na direita
Foto: Ayutthaya Elephant Palace and Royal Kraal

Os elefantes asiáticos

Na vida selvagem, em seu habitat natural, os elefantes asiáticos (Elephas maximus) lutam pela sua sobrevivência. No começo do século 20, estima-se que fossem 100 mil deles. Hoje esse número está em cerca de 10 mil, de acordo com a WWF. Atualmente eles são encontrados em apenas 15% da sua área de abrangência original. Entre suas principais ameaças estão o desmatamento, a interação com humanos e a caça.

A espécie é considerada o maior mamífero terrestre da Ásia e o segundo maior do mundo, atrás apenas dos elefantes africanos. Em média, os machos têm 2,7 metros de altura e pesam até 5 toneladas.

Ao contrário dos elefantes africanos, no caso dos asiáticos, somente os machos possuem presas.

*Com informações do site Phys.org

————————

Agora o Conexão Planeta também tem um canal no WhatsApp. Acesse este link, inscreva-se, ative o sininho e receba as novidades direto no celular

Leia também:
Raríssimos filhotes gêmeos de elefantes são avistados e bem, apesar de temor que não sobrevivessem
Incentivado pela mãe e avó, filhote de elefante dá primeiros passos logo após nascimento
Justiça de Bangladesh proíbe exploração de elefantes e retirada de filhotes da natureza

Foto de abertura: Ayutthaya Elephant Palace and Royal Kraal

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE