PUBLICIDADE

Raposa com duas patas mostra adaptação impressionante da vida selvagem

Raposa com duas patas mostra adaptação impressionante da vida selvagem

Quando viram a raposa em seu quintal, a princípio Phil e Jane Carter acharam que fosse uma ilusão de ótica. Talvez a luminosidade estivesse atrapalhando a visão dos dois. Afinal o casal que vive em Ilkeston, Derbyshire, na Inglaterra, costuma receber a visita frequente desses animais. Mas nunca antes tinham visto uma com apenas duas patas.

O vídeo, que viralizou nas redes sociais, foi compartilhado pelos Carters e mostra a imagem impressionante da raposa que vai de um lado ao outro do gramado, sem parecer estar nada incomodada com sua condição.

Para caminhar, ela se apoia sobre as patas dianteiras e quando para, descansa o resto do corpo traseiro no chão. Parece realmente a apresentação de uma exímia equilibrista.

Entrevistado pela rede britânica BBC, o especialista em vida selvagem Mike Dilger afirmou que provavelmente o animal nasceu com a deformidade, que não parece ser resultado de nenhum acidente ou ferimento. Para ele, a raposa é uma mostra de como a natureza consegue tudo e como essa é uma “história incrível de sobrevivência”.

“A razão pela qual eu acho que é algo de nascença é porque ela é muito habilidosa. Sua postura, equilíbrio e controle são surpreendentes – a maneira como ela pode subir naqueles dois membros anteriores e realmente ainda comer”, diz Dilger.

Além disso, ele afirma que pelas imagens é possível ver que a raposa mostra uma saúde muito boa, sem sinal de nenhuma doença.

Já a organização ambiental Derbyshire Wildlife Trust também acredita que o animal parece muito bem. “Nunca vimos nada assim na natureza antes, mas o animal parece relativamente saudável e parece ter se adaptado à vida sobre duas pernas”, declarou em nota.


Em geral, as raposas vermelhas (Vulpes vulpes) têm hábitos noturnos, mas principalmente em áreas urbanas, também podem ser vistas durante o dia. Com cerca de 70 centímetros de comprimento e pesando entre 5 e 7 kg, elas se alimentam de pequenos mamíferos, roedores, lebres, aves e sapos, assim como frutas diversas, entre elas, as vermelhas.

Pertencente à família dos canídeos, no Reino Unido as raposas vermelhas não possuem predadores naturais. Entre suas principais ameaças estão colisões com veículos e conflitos com proprietários rurais. Sua expectativa de vida é de dois a três anos.

*Com informações adicionais do Woodland Trust e The Wildlife Trusts

Leia também:
Misteriosas raposas
Raposinha-do-campo: a rara moradora do Cerrado

Imagem de abertura e vídeo: The Telegraph

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE