PUBLICIDADE

Quoll-oriental é reintroduzido na Austrália continental após mais de 50 anos de sua extinção

Quoll-oriental é reintroduzido na Austrália continental após mais de 50 anos

Ele tem o tamanho de um gato doméstico e o pelo bege ou preto, com pintas brancas, além de um focinho protuberante e um longo rabo. O quoll-oriental (Dasyurus vinerrinu) é um marsupial carnívoro endêmico da Austrália, ou seja, só existe ali e em nenhum outro lugar do mundo. Infelizmente, na década de 60, ele foi extinto na parte continental do país e a partir de então só era observado na ilha da Tasmânia.

Mas graças a um projeto de reprodução em cativeiro e reintrodução na vida selvagem, pouco a pouco o quoll-oriental volta a ser visto em seu antigo habitat. Em 2018, os primeiros 20 deles foram trazidos da Tasmânia. Desde então, mais solturas acontecem, como a realizada recentemente, de 19 deles, numa área de 80 hectares, um novo santuário criado dentro do Parque Nacional de Booderee, na costa leste da Austrália, a cerca de 200 km da capital Camderra.

Em seu novo lar, esses marsupiais estarão protegidos de predadores, como raposas (trazidas pelos europeus na Austrália no século 19), por grades desenvolvidas especialmente para o projeto de reintrodução, já que permitem a circulação de outras espécies que vivem no parque.

Quoll-oriental é reintroduzido na Austrália continental após mais de 50 anos de sua extinção

Momento da soltura de um dos 19 quolls
Foto: WWF-Australia/ThinkMammoth

Animal de hábitos noturnos e solitários, durante o dia o quoll-oriental pode ser achado em tocas feitas embaixo de rochas ou tocos de madeiras. Alimentam-se de quase tudo: insetos, aves, coelhos, ratos e lagartos. São conhecidos, inclusive, por roubar a comida dos diabos-da-tasmânia.

No total, existem seis espécies diferentes de quolls na Austrália.

Quoll-oriental é reintroduzido na Austrália continental após mais de 50 anos de sua extinção

Os quolls podem ter a pelagem tanto negra, como bege, mas todos pertencem à mesma espécie
Foto: WWF-Australia/ThinkMammoth

O projeto de reintrodução dos quolls conta com a parceria de diversas instituições público e privadas, além de organizações não-governamentais, como o WWF-Australia e a Aussie Ark.

—————————

Agora o Conexão Planeta também tem um canal no WhatsApp. Acesse este link, inscreva-se, ative o sininho e receba as novidades direto no celular

Leia também:
Tudo por sexo! Marsupial em risco de extinção ‘abre mão’ do sono para acasalar ao máximo, até a morte, revelam pesquisadores
Após 3 mil anos, nascem primeiros filhotes de diabo-da-tasmânia na Austrália continenal, graças à reintrodução da espécie

Foto de abertura: Charles J. Sharp, CC BY-SA 4.0 via Wikimedia Commons

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE