PUBLICIDADE

Projeto brasileiro de limpeza de praias concorre a financiamento internacional. E você pode ajudá-lo! Vote já!

Projeto brasileiro de limpeza de lixo nos oceanos concorre a financiamento internacional. E você pode ajudá-lo! Vote já!

O Projeto Remar Limpar Ensinar (RLE), do Instituto Aprender Ecologia de Florianópolis, em Santa Catarina, nasceu em 2016. Chocado com os números apresentados em estudos e pesquisas internacionais, que mostravam que nossos oceanos estavam sendo sufocados pelo lixo plástico, o professor de Educação Física, Jan Daniel Lorenzon criou a iniciativa, que une a prática do stand up paddle com a limpeza de praias, aliando ainda, ações de educação ambiental em escolas locais.

Na primeira edição, o PRLE remou e limpou as praias das cidades catarinenses de Laguna e Penha, que tem mais de 200 km de distância uma da outra, retirando das areias 13.586 objetos e envolvendo mais de 300 pessoas nas atividades.

Em 2019, quando o Remar Limpar Ensinar saiu de Florianópolis, passou pela praia de Itapoá e foi até a Ilha do Mel, no Paraná, Lorenzon e seu parceiro, o outro remador, o geógrafo Fabricio Almeida, coletaram 15 mil objetos e sensibilizaram 2 mil crianças nas ações do projeto.

Mas agora há um desafio ainda maior pela frente e VOCÊ pode ajudar com que ele seja realizado. O Remar Limpar Ensinar quer percorrer um trajeto mais longo, tirar mais lixo dos oceanos e envolver ainda mais estudantes nessa iniciativa tão bacana.

Projeto brasileiro de limpeza de lixo nos oceanos concorre a financiamento internacional. E você pode ajudá-lo! Vote já!

Prontos para entrar no mar: Lorenzon aparece na esquerda
e Almeida, agachado, na direita

A ideia é sair, em fevereiro de 2021, de Guaratuba, no Paraná, passando pela grande reserva da Mata Atlântica, região com maior cobertura florestal deste bioma do Brasil, e ir até o litoral do Rio de Janeiro. A expedição planeja percorrer 19 municípios e mais de 380 praias, com a meta de recolher cerca de 40 mil resíduos, equivalente a duas toneladas de lixo.

“O projeto pretende sensibilizar comunidades presentes no trajeto de mais de 1 mil quilômetros com enfoque no tema “Lixo no Oceano”. Crianças e adultos serão alcançados em atividades de ação direta de coleta de resíduos nos ecossistemas costeiros em unidades de conservação e também, em atividades nas escolas”, revela Almeida.

Nessa edição do projeto, os remadores terão apoio de um veleiro, que servirá como apoio e uma espécie de laboratório para armazenar e separar o lixo. Os resíduos serão destinados a Ecolocal Brasil, que transforma o lixo em brinquedos, depois distribuídos paras crianças.

“No caminho alguns remadores por onde passamos se integram nas ações que realizamos em cada localidade”, diz Almeida.

Projeto brasileiro de limpeza de lixo nos oceanos concorre a financiamento internacional. E você pode ajudá-lo! Vote já!

Ação envolvendo crianças em comunidade local

Como votar!

Para que esse projeto se torne realidade, ele precisa de SUA AJUDA em uma votação popular.

O Remar Limpar Ensinar está entre os cinco finalistas de uma concorrência internacional da Associação Europeia de Conservação ao Ar Livre (European Outdoor Conservation Association – EOCA), que contou com 188 concorrentes do mundo todo, e a partir de hoje entra na fase final de votação online. Se for o mais votado, o projeto brasileiro será apoiado financeiramente pela associação.

Então, vamos lá! Acesse já este link e o projeto do Brasil é o quinto, que aparece por último – com o nome em inglês, Paddling, Cleaning, Teaching, Brazil. Depois clique em VOTE NOW (a colocação do seu e-mail é opcional), e clique na caixinha I’m not a robot (Não sou robô).

Aí é só aceitar os termos e depois no Create Vote Now, no quadrado azul.

A votação só vai até dia 22 de outubro! Você pode votar uma vez por dispositivo (e navegador) – no computador, celular e tablet.

Eu já votei! Ajude você também e compartilhe nas suas redes! Se ganhar, a equipe brasileira receberá 25 mil euros!

Leia também:
Estudantes do Pará são finalistas em competição mundial com projeto de ecobarreiras que impedem plástico de chegar aos oceanos
‘Mais Música, Menos Lixo’: com seu novo álbum, Adriana Calcanhoto se engaja pela preservação dos oceanos
Quase 100% do plástico descartado no mar acaba no fundo dos oceanos

Fotos: Naja Jensen on unsplash (abertura) e demais divulgação

Comentários
guest

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Regina
Regina
3 anos atrás

Excelente iniciativa e projeto.

Ana
Ana
3 anos atrás
Reply to  Regina

Linda iniciativa, uma verdadeira missão de vida. Moro no litoral e sempre que vou caminhar à beira mar recolho objetos plásticos. Se todos fizessem um pouco, e os que não fazem parassem de sujar seria bom. Sou a favor de educação ambiental nos meios de comunicação, nas empresas e nas escolas, afinal, todos compartilhamos o mesmo ar, bebemos a mesma água e dependemos de alimentos puros

Maria Jose Frasier
Maria Jose Frasier
3 anos atrás
Reply to  Regina

Apoiado!!! Parabens!!

Allan
Allan
3 anos atrás

Excelente idea e iniciativa…eu apoio

CARLOS ALBERTO TORELLI
CARLOS ALBERTO TORELLI
3 anos atrás
Reply to  Allan

Absolutamente necessário, pena que tardia, mas não obstante significativamente oportuna. Parabéns pela coragem e iniciativa.

Benedita esteves
Benedita esteves
3 anos atrás

Parabéns pelas iniciativas. Exemplos claro de coragem!

Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE