Prefeitura do Rio anuncia que praias só serão liberadas quando houver uma vacina contra o coronavírus

Prefeitura do Rio anuncia que praias só serão liberadas quando houver uma vacina contra o coronavírus

Ao anunciar para amanhã, 10/07, o início da “Fase 3B de Flexibilização”, na retomada das atividades econômicas para a cidade do Rio de Janeiro, o prefeito Marcelo Crivella afirmou que as praias continuarão fechadas para os banhistas, sendo permitida apenas a realização de exercícios físicos individuais na areia.

Segundo Crivella, as praias só serão reabertas quando houver uma vacina ou medicamento retroviral contra a COVID-19, ou ainda quando os índices de contágio estiverem perto de zero. Quem desobedecer a determinação poderá ser multado em R$ 107.

Todavia, o prefeito anunciou que os parques e as praças da cidade poderão voltar a ser utilizados pela população, mas desde que sejam cumpridas as regras do uso de máscara e apenas para práticas esportivas, como caminhadas, corridas e ciclismo, sem a ocorrência de aglomerações de pessoas ou esportes que exijam o contato físico, como futebol ou basquete.

“Desde que começamos a usar máscaras, nossos níveis de contágio estão caindo. Tirar a máscara é um gol contra, porque ela é o principal fator para reduzir a carga viral e a contaminação na nossa cidade. Nos parques, a pessoa consegue caminhar de máscara. Na areia da praia, devido ao calor, é mais difícil”, alegou Crivella.

O que tem se visto, infelizmente, pelas imagens gravadas nas praias cariocas é que grande parte da população não está respeitando as ordens da prefeitura. Há flagrantes de muita gente tomando banho de sol e praticando esportes coletivos na orla.

Os casos confirmados de coronavírus no estado do Rio de Janeiro já passam de 120 mil e na capital foram registradas quase 7 mil mortes provocadas pela COVID-19.

Prefeitura do Rio anuncia que praias só serão liberadas quando houver uma vacina contra o coronavírus

Jardim Botânico estará de portões aberto a partir da sexta, 10/7

Apesar do anúncio da multa que poderá ser aplicada para aqueles que estiverem na praia, a prefeitura não esclareceu como e por quem ela será dada, um detalhe importantíssimo (informações sobre todas as novas medidas anunciadas você encontra neste link).

Na reabertura de bares, restaurantes e lanchonetes no Rio, na semana passada, o que se viu foi um desrespeito e desprezo completo por parte da populações às restrições impostas para conter a contágio do coronavírus. Imagens compartilhadas nas redes sociais mostraram bares lotados, no bairro do Leblon, com clientes que não usavam máscaras, não mantiveram o mínimo distanciamento social e o pior, debocharam da pandemia (leia mais aqui).

Na capital paulista, o prefeito Bruno Covas também anunciou hoje que, a partir da próxima segunda-feira, 13/07, os parques serão reabertos, mas apenas durante os dias da semana e em horários diferenciados. A recomendação é a mesma dada aos cariocas: esses espaços públicos só poderão ser usados para a prática de exercícios físicos individuais.

Leia também:
“Que vergonha se você não usa máscara e não mantem distanciamento social”, diz Tom Hanks. “Faça a sua parte!”

Máscara de proteção caseira ajuda a evitar o contágio por coronavírus: se precisar sair de casa, não vá sem ela!
Sem humanos por perto, animais se ‘reapropriam’ de seu habitat no Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro
Hotéis do Rio de Janeiro oferecem estadia a idosos de comunidades carentes para que eles possam se proteger do coronavírus

Fotos: Carlos Ers Jr. (Ipanema) e Bruna Prado (Jardim Botânico) – MTUR/Creative Commons/Flickr

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta