PUBLICIDADE

Pela primeira vez no mundo é fotografado o acasalamento entre jubartes

Pela primeira vez no mundo é fotografado o acasalamento entre jubartes

Nunca antes a cópula entre baleias jubartes (Megaptera novaeangliae) havia sido documentada. Mas em janeiro de 2022, dois fotógrafos submarinos de Maui, no Havaí, conseguiram fazer um flagrante inédito: pela primeira vez foi possível registrar o momento do acasalamento entre dois indivíduos da espécie. Com as fotos em mãos, eles entraram em contato com a pesquisadora Stephanie Stack, da Pacific Whale Foundation, que acaba de publicar um artigo científico sobre o incrível encontro.

Os fotógrafos Lyle Krannichfel e Brandi Romano estavam a bordo de uma embarcação na costa de Maui quando notaram as jubartes se aproximarem. Uma delas parecia estar debilitada. Com baixo peso, a baleia estava com o corpo coberto com piolhos.

Todavia, de repente, a segunda jubarte começou a usar suas nadadeiras peitorais para segurar a outra baleia e penetrá-la por diversas vezes.

A grande surpresa de Stephanie, entretanto, ao analisar as imagens, é que na verdade eram dois machos envolvidos na cópula.

Apesar de ser a primeira vez que se registra o acasalamento entre baleias jubartes, a homossexualidade é observada em outras espécies do mundo animal e comum entre alguns cetáceos.

Não se sabe, entretanto, se o macho que apresentava boa saúde estava sendo apenas oportunista e queria mostrar seu domínio e poder sobre o animal mais fraco. Ou então, se poderia ter sido o reforço de um vínculo social com um membro doente de seu grupo.

“O momento documentado de um comportamento não reprodutivo entre machos, incluindo o caso único de uma baleia aparentemente ferida e doente sendo penetrada por uma contraparte aparentemente saudável, levanta questões intrigantes sobre a natureza de tal comportamento nas baleias jubarte”, relatam os pesquisadores no artigo. “Os dados limitados disponíveis sobre este comportamento enfatizam a necessidade de mais pesquisas para explorar as motivações, implicações e fatores potenciais que influenciam tais interações, especialmente no contexto de indivíduos saudáveis”.

Pela primeira vez no mundo é fotografado o acasalamento entre jubartes

O registro da cópula entre os machos
(Foto: Lyle Krannichfeld e Brandi Romano)

A baleia jubarte pode ser encontrada em todos os oceanos do planeta. Chega a pesar até 40 toneladas. Esse cetáceo gigante consegue dar saltos em que seu corpo sai quase que por completo para fora da água. Suas imensas nadadeiras peitorais podem medir até 1/3 de seu comprimento, algo em torno de 16 metros.

Leia também:
Cientistas conseguem “conversar” pela primeira vez com uma baleia jubarte
Australiano tem encontro emocionante com jubarte de cabeça para baixo junto com filhote
Mais de 11 mil km em menos de um ano: a incrível e recorde jornada de Frodo, a baleia jubarte

Foto de abertura: Lyle Krannichfeld e Brandi Romano

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE