PUBLICIDADE

Peixes-boi migram da costa da Flórida para parque estadual para fugir do frio e quebram recorde em avistamentos

O que você vê através da linda água azul-turquesa? Pedras? Peixes? Não! São peixes-boi atraídos pelas águas quentes das lagoas rasas do Blue Spring State Park, que fica ao norte de Orlando, na Flórida, para esperar o inverno passar.

Biólogos especializados em vida selvagem e guardas florestais estão impressionados com a quantidade de indivíduos dessa espécie que tem se refugiado no parque contra as ondas de frio repentinas, que têm ocorrido nesta estação. 

A concentração não é novidade. Todos – inclusive visitantes – já estão acostumados com o espetáculo protagonizado por eles a cada inverno, que, ao longo do tempo, transformaram a ‘contagem de peixes-boi’ pelos guardas numa tradição. 

Mas, este ano, a quantidade deles foi a mais elevada desde que eles começaram a registrar esses números. E nenhuma manhã foi mais memorável do que em 21 de janeiro!

Nesse dia, foram encontrados 932 peixes-boi, quase 200 a mais do que registrado no primeiro dia de 2024 (que foi de 736), como mostram os guardas florestais Jonathan e Wes após a contagem (foto abaixo). Acompanhe as estatísticas – e as fotos belíssimas que os visitantes fazem nos avistamentos – no Instagram do parque.

Os guardas florestais do Parque Estadual Blue Spring, Jonathan e Wes, felizes com novo recorde de peixes-boi avistados em 21 de janeiro / Foto: divulgação

Depois desse dia, eles começaram a debandar, mas, em 1º de fevereiro, voltaram a se aglomerar nas lagoas do parque estadual novamente (518). No sábado, 2/2, chegaram a 616.

Sem poluição e sem barcos

Importante observar, também, que, nos últimos anos, as águas poluídas e a proliferação de algas tóxicas da “maré vermelha”, dizimaram as ervas marinhas da Flórida, que são a principal fonte de alimento dos peixes-boi, levando centenas à fome e à morte (eles até foram alimentados com alface, como contamos aqui).

Além disso, na costa, eles também podem ser gravemente feridos ou mortos por ataques de barcos.

Por isso, é uma benção escolherem as águas cristalinas do Blue Spring State Park para passarem o inverno: lá, a comida é abundante e as embarcações são proibidas de transitar nessa estação.

“O fato de eles passarem o frio em Blue Spring mostra o quão importante é o local e o que um peixe-boi realmente procura para sobreviver”, salienta Monica Ross, pesquisadora de peixe-boi e conservação do Clearwater Marine Aquarium à NPR.

Hoje, em toda a Flórida, vivem entre 7 mil e 11 mil peixes-boi. E esse número deve ser muito celebrado já que, há cerca de 50 anos, existiam meros mil indivíduos, quase a mesma quantidade que agora foi encontrada nas lagoas do parque estadual.

Mas por que peixes-boi precisam se aquecer?

Tão corpulentos como são, é natural duvidar que os peixes-boi precisem de “mais” calor, mas o fato é que eles têm apenas 2,5 centímetros de gordura. Por isso, não conseguem sobreviver em águas geladas, mais frias que 20ºC, que podem levar os animais a grande estresse.

Nessa condição, a cauda e as nadadeiras não recebem sangue suficiente e manchas de pele podem descamar, conta a revista Smithsonian.

Por isso, quando o inverno começa a reduzir a temperatura da água, esses animais – conhecidos também como ‘vacas marinhas’ devido a seu comportamento monótono, que lembra o ato de pastar – saem da costa e vão em busca de águas mais quentes no interior do estado. 

Cora Berchem, pesquisadora associada sobre peixes-boi na organização sem fins lucrativos Save the Manatee Club, explicou à organização NPR que isso significa que esses animais “têm uma boa compreensão intergeracional do seu ambiente, aumentando as probabilidades de sobrevivência, por gerações, em eventos climáticos semelhantes”.
______________

Leia também:
Após mais de 60 anos em cativeiro, peixes-bois Romeo e Juliet devem deixar o Miami Seaquarium
Na última década morreram quase 7,5 mil peixes-bois na Flórida: mesmo número daqueles que sobram no estado americano
População de peixes-bois volta a crescer na Amazônia, apontam evidências de novo estudo na região

Foto (destaque): divulgação/Blue Spring State Park

Fontes: NPR, Smithsonian, Blue Spring State Park

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE