A partir de agora só maiores de 21 anos podem fumar na Califórnia

a partir de agora fumantes da Califórnia precisam ter mais de 21 anos

Não há como falar em cigarro sem citar números como os que seguem. O câncer é a doença que mais mata no mundo todo, tirando a vida de aproximadamente 8,2 milhões de pessoas por ano. Entre os homens, os cinco tipos de câncer mais frequentes são pulmão, próstata, reto, estômago e fígado. A cada ano, a Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que aproximadamente 14 milhões de pessoas descubram que estão com a doença.

E quem são os grandes vilões para o aparecimento do câncer? Cerca de 1/3 dos casos diagnosticados são provocados por péssimos hábitos alimentares, assim como a falta de exerício físico, uso  excessivo de álcool e o consumo de tabaco, mais especificamente, o cigarro. O tabaco é responsável por 70% dos casos de câncer de pulmão.

Para dificultar ainda mais o acesso dos jovens ao cigarro, o governo da Califórnia acaba de aprovar uma lei que eleva o limite do uso do tabaco de 18 para 21 anos. Além disso, a nova legislação restringe também o uso de cigarros eletrônicos em locais públicos e aumenta a quantidade de áreas onde o fumo é proibido em escolas públicas.

Várias entidades médicas, entre elas, a American Heart Association, American Lung Association, American Cancer Society e California Medical Association apoiaram a iniciativa.

A lei começa a valer já no próximo mês, a partir de 9 de junho. O governador Jerry Brown é o segundo a passar uma legislação deste tipo nos Estados Unidos. No Havaí, a idade mínima para fumar também é 21 anos.

Sobre o uso do cigarro eletrônico, ele fica banido em restaurantes, bares, cafés, cinemas e teatros, assim como já acontece nestes locais com o cigarro tradicional. A nova lei da Califórnia determina ainda que a proibição da publicidade e venda para menores. Os fabricantes do produto já anunciaram que vão recorrer da decisão, pois garantem que este tipo de artefato não é prejudicial à saúde.

Segundo o levantamento National Survey on Drug Use and Health, realizado em 2014, nos Estados Unidos, 90% dos usuários de cigarro afirmaram ter começado a fumar antes dos 21 anos. 80% deles disseram ainda que, provaram um cigarro pela primeira vez antes dos 18 anos. Em reportagem publicada pelo Los Angeles Times, o jornal cita também um estudo elaborado no ano passado, em que se estimou que 200 mil mortes por ano poderiam ser evitadas ao elevar a idade mínima para o uso do cigarro para 21 anos.

Num estado como a Califórnia, com praias e muito surfe, ninguém precisa de cigarro mesmo. Que tal a iniciativa ser replicada aqui no Brasil?

Foto: domínio público/creative commons

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta