Para proteger demais passageiros, mulher que testou positivo para covid durante voo se isola durante 5 horas em banheiro de avião

Para proteger demais passageiros, mulher que testou positivo para covid durante voo se isola durante cinco horas em banheiro de avião

Num momento em que o número de contaminados pelo novo coronavírus explode no mundo inteiro, sobretudo nos Estados Unidos e nos países da Europa, uma professora americana deu um exemplo de como o controle da pandemia da covid depende de todos: e que uma ação individual pode proteger o próximo. Ou ainda, centenas de pessoas! Há poucas semanas, Marisa Fotieo embarcou num voo de Chicago para a Suíça, com uma escala na Islândia. Ela já tinha recebido as duas doses da vacina, além do reforço, e feito vários exames antes da viagem que deram negativo, mas quando estava no avião começou a sentir uma dor na garganta. Foi então até o banheiro com um teste rápido que tinha na bolsa e o resultado foi positivo.

Marisa não teve dúvida. Pensou nos outros 150 passageiros que estavam dentro do avião e decidiu se isolar no banheiro. Ficou lá durante todo o resto do voo: cinco horas.

Logo que descobriu que estava infectada, a professora alertou a tripulação de bordo, que forneceu comida e bebida para ela durante o restante da viagem. Os outros passageiros foram avisados sobre a situação e alertados para usar a máscara de proteção com maior cuidado ainda.

Ao desembarcar em Reykjavik, na Islândia, Marisa ficou em quarentena durante dez dias num hotel.

Sua atitude, que ganhou destaque em reportagens internacionais, também viralizou nas redes sociais. A americana gravou um vídeo dentro do banheiro, que até este momento já teve mais de 4,5 milhões de visualizações.

“Não acredito que passei tantas horas no banheiro. Mas você tem que fazer o que tem que fazer”, disse Marisa. “Eu realmente acho que neste novo mundo em que vivemos, todo mundo realmente precisa cuidar um do outro”.

Ela ficou muito feliz ao perceber que, por meio de seu vídeo, as pessoas possam saber da história de como alguém pode se preocupar pelo próximo, mesmo que ele seja um desconhecido. “Eu realmente acredito que na vida, todos estão amarrados por um cordão invisível”.

Bravo, Marisa! Que exemplo de solidariedade!

Leia também:
Brasileiro que detectou a ômicron na África do Sul está na lista da Nature daqueles que fizeram a diferença na ciência em 2021
Cientistas envolvidos no desenvolvimento das vacinas contra a covid são escolhidos “Heróis do Ano” pela revista Time

Verdades e mitos sobre as vacinas contra a COVID-19
Artistas, políticos e atletas que são exemplo (ou não) na conscientização sobre a importância da vacina para acabar com a pandemia

Foto: Marisa Fotieo

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Um comentário em “Para proteger demais passageiros, mulher que testou positivo para covid durante voo se isola durante 5 horas em banheiro de avião

  • 3 de janeiro de 2022 em 9:54 AM
    Permalink

    Parabéns, Marisa, pela sua lucidez e responsabilidade. Um exemplo para o mundo. Que você fique boa logo, cuide-se.

    Resposta

Deixe uma resposta