Onça Janaina aparece com três novos filhotes no Parque Nacional do Iguaçu

Onça Janaina aparece com três novos filhotes no Parque Nacional do Iguaçu

Difícil pensar numa notícia melhor para celebrar o Mês da Onça-Pintada e o dia delas, que é comemorado em 29 de novembro. Bem, a novidade vem lá do Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná. Armadilhas fotográficas instaladas na região pela equipe do Projeto Onças do Iguaçu flagraram a onça Janaina com três novos filhotes!

Fêmeas de onças-pintadas podem dar à luz a dois ou três filhotes, entretanto, o mais comum é serem apenas dois. Imagine então a felicidade de todos quando se depararam com as imagens dos três novos moradores do parque!

O Onças do Iguaçu faz o monitoramento das onças e consegue identificá-las através de suas rosetas, aquelas pintas/manchas na pele, já que cada animal apresente um padrão único delas, ou seja, elas funcionam como uma espécie de impressão digital.

Janaina foi avistada pela primeira vez em maio de 2021, acompanhada de dois filhotes, que na época tinham cerca de oito meses. Eles foram registrados mais algumas vezes com a mãe, como contamos nesta outra reportagem no ano passado, entretanto, desde então não foram mais observados. Não se sabe se dispersaram ou morreram.

E agora, para alegria geral, Janaina – que em tupi-guarani significa “protetora do lar”, aparece com esses três filhotes.

Os biólogos do Onças do Iguaçu conseguiram descobrir o sexo de dois deles, um macho e uma fêmea, que foram batizados de Catita Porã (moça bonita) e Caiapó (vida).

É ou não é uma notícia linda para esse Mês da Onça-Pintada?!

Leia também:
Novos filhotes de onça-pintada são flagrados brincando no Parque Nacional do Iguaçu
Novo censo de onças no Parque Nacional do Iguaçu aponta que espécie prospera após quase ser dizimada
Única população de onças que cresce na Mata Atlântica é ameaçada por projeto de reabertura de estrada no Parque do Iguaçu

Foto de abertura: reprodução vídeo

Deixe uma resposta

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.