O que brincar ao ar livre tem a ver com a conservação da natureza?

Muito já se escreveu neste espaço sobre como as crianças são apaixonadas pelos espaços ao ar livre, vibram ao interagir com outros seres vivos e anseiam por pesquisar e explorar o mundo natural. E como essas experiências são fundamentais para seu desenvolvimento integral, pois a natureza tem o poder de proporcionar saúde, felicidade e potência para todas as crianças.

No ano em que celebramos os 20 anos do Sistema Nacional de Unidades de Conservação  – e em que nosso país enfrenta graves ameaças para a manutenção e o cuidado dessas áreas -, é fundamental lembrar que cada experiência nutre nas crianças amor, respeito e pertencimento em relação ao mundo natural contribuindo para que elas tenham mais chances de construir um ambiente melhor para todos os seres vivos.

Em 18 de outubro, a Coalizão Pró-Unidades de Conservação realiza a campanha Um Dia No Parque, pelo terceiro ano consecutivo.

Para celebrar essa data tão importante, o programa Criança e Natureza, uma iniciativa do Instituto Alana, desenvolveu um infográfico que compila os benefícios do encontro entre a criança e a natureza para a conservação e para a saúde e o bem estar das crianças. São eles: 

  • Experiências diretas na natureza durante a infância e referências de adultos que a conservam são os dois fatores que mais contribuem para o engajamento ambiental na vida adulta.
  • Mais de 40 anos de pesquisas mostram que experiências positivas e significativas na natureza levam crianças, jovens e adultos a adotarem cuidados com a sua conservação.

Estar em contato com a natureza

  • Favorece os vínculos sociais
  • Proporciona aprendizados com mais sentido
  • Inspira momentos de concentração
  • Estimula a atividade física
  • Desenvolve competência e resiliência
  • Incentiva o consumo crítico e consciente

O material apresenta, ainda, sugestões sobre o que cada um de nós pode fazer para ajudar a levar mais crianças para usufruir os benefícios da natureza: 

Escolas e educadores

  • Leve o aprendizado para o lado de fora
  • Advogue por espaços escolares mais verdes e desafiadores
  • Traga elementos da natureza para dentro da sala de aula

Gestores de áreas naturais

  • Busque novas estratégias para aumentar a visitação de crianças e famílias, como áreas de acampamento e atividades direcionadas especialmente para esse público
  • Invista em oportunidades de visitação que privilegiam a experiência direta das crianças com o ambiente, de forma ativa e exploratória

Pais, mães e responsáveis

  • Ofereça às crianças conteúdo sobre o mundo natural, mesmo quando estiver em casa, por meio de livros, filmes, histórias e brincadeiras
  • Procure a associação do seu bairro e envolva sua família em programas de revitalização de praças e cultivo de hortas
  • Traga mais natureza para a vida da criança: visite os parques urbanos e passe férias em um parque estadual ou nacional.

No mês em que também comemoramos o Dia das Crianças, lembre-se de que o melhor presente que podemos oferecer a elas são experiências significativas, que nutram vínculos de amor pelo outro e pelo mundo, nas quais elas possam expressar toda a sua potência e alegria.

Eu não consigo imaginar nada melhor do que uma tarde de brincadeiras no parque urbano mais perto. Com segurança e cuidados, podemos celebrar os parques, as crianças e tudo de bom que esse encontro traz!

Foto: Rodrigo Bastos

Maria Isabel Amando de Barros

Engenheira Florestal e mestre em Conservação de Ecossistemas pela ESALQ/USP, sempre trabalhou com educação e conservação da natureza. É cofundadora da OutwardBound Brasil e atuou na gestão e manejo de unidades de conservação na Fundação Florestal do Estado de São Paulo. Depois do nascimento da Raquel e do Beni passou a estudar a relação entre a infância e a natureza no mundo contemporâneo. Desde 2015, trabalha como pesquisadora do programa Criança e Natureza do Instituto Alana.

Deixe uma resposta