O bicudinho-do-brejo, um dos mais raros e ameaçados passarinhos do planeta

O brejo do bicudinho

Sabe aquele brejo repleto de taboa, lama, água por todo canto e de difícil acesso? Lugar em que raramente alguém passeia?

Pois lá mesmo vive um dos mais raros e ameaçados passarinhos do planeta, o bicudinho-do-brejo (Formicivora acutirostris). Único, serelepe, curioso e malandrinho, chega pertinho mas fica na moita, mocozado, observando o movimento. Se quiser conhecê-lo tens que ir até onde ele vive, nos brejos entre o litoral de Santa Catarina e Paraná. E só.

Vive em casal, mas é o macho quem dá às caras. Passa por cima da gente feito foguete e pousa logo ali, noutra moita, seguro, escuro, mimético. Quer saber quem são as figuras de botas cano longo, camisa de manga comprida, chapéu e falando baixinho. Absolutamente felizes! Que coisa…

Depois de algum tempo, ao perceber que é só uma visitinha, relaxa e continua alimentando-se de insetos e chama a fêmea; porém, ela é prudente e só responde de longe. Só dá pra escutar.

Ali, pelas voltas da Reserva Volta Velha, em Itapoá no litoral Norte de Santa Catarina, vivem em constante arrepio, porque os humanos gostam do brejo só aterrado e, aí, já viu: bau, bau, casa, comida, bicudinhos e outros passarinhos menos raros, mas que vivem nas águas quentes e quietas, repletas de abrigo e mosquito, prato predileto dessa bicharada bacana.

O desprezo com este ambiente é notável e onde não tem reserva e preservação, tem lixo. Muito lixo!

E o bicudinho segue com cada vez maior dificuldade para sobreviver, buscando um espaço numa das áreas mais abaladas da belíssima e exuberante Floresta Atlântica.

Leia também:
Guia de bolso apresenta a beleza e a diversidade das aves do Cerrado

Pra fotografar as anhumas na Amazônia, vale virar petisco de inseto
Frente-a-frente com o belíssimo cardeal-amarelo dos Pampas
Em busca dos raros e ameaçados flamingos no Lago Bonome, no extremo norte do Brasil
A magia da Caixa de Passarinho

Foto: Renato Rizzaro

Gabriela Giovanka e Renato Rizzaro

Gabriela Giovanka é administradora de empresas, especializada em Naturologia Aplicada. Renato Rizzaro é designer gráfico e fotógrafo. Juntos criaram a Roda de Passarinho, e com suas viagens de norte a sul do país, buscam aproximar as pessoas da natureza, através de fotografias e do canto das aves, sementes, instrumentos musicais, relatos de vivências e exercícios que inspirem a vida comunitária.

Deixe uma resposta