PUBLICIDADE

Número de crianças mortas em Gaza já supera o daquelas que perderam a vida anualmente em zonas de conflitos

Número de crianças mortas em Gaza já supera o daquelas que perderam a vida por ano em zonas de conflitos

Desde o último dia 7 de outubro, mais de 3.250 crianças já morreram na Faixa de Gaza, vítimas da guerra entre o Hamas e Israel. Em apenas três semanas, o número já supera o daquelas mortas, em apenas um ano, em zonas de conflito em mais de 20 países desde 2019, denuncia a organização internacional Save the Children.

Segundo o comunicado divulgado hoje, a entidade afirma que pelo menos 3.195 crianças foram mortas em Gaza, 33 na Cisjordânia e 29 em Israel. Vale lembrar que ainda há várias entre os reféns do Hamas, que não se sabe se continuam vivas ou não.

As crianças representam mais de 40% das 7.700 mortes registradas em Gaza até este momento. Ainda de acordo com estimativas divulgadas pelas autoridades locais, outras 1 mil estão sob os escombros de prédios e casas destruídos por bombardeios. Outras 6 mil foram feridas.

“Três semanas de violência arrancaram crianças das famílias e destruíram as suas vidas a um ritmo inimaginável. Os números são angustiantes e com a violência não só continuando mas também aumentando em Gaza neste momento, muito mais crianças continuam em grave risco”, alerta Jason Lee, diretor da Save the Children para os Territórios Palestinos. “A morte de uma só criança já é demais, mas estas são violações graves de proporções épicas”.

Assim como outras organizações internacionais, a Save the Children defende um cessar-fogo imediato.

“É a única forma de garantir a segurança. A comunidade internacional deve colocar as pessoas à frente da política – cada dia passado a debater deixa mais crianças mortas e feridas. Crianças devem ser protegidas em todos os momentos, especialmente quando procuram segurança em escolas e hospitais”, ressalta Lee.

Leia também:
Aprovada resolução na ONU pela trégua humanitária em Gaza e liberação de reféns do Hamas
Israelense libertada pelo Hamas estende a mão a terrorista e deseja paz
Artistas apelam a Joe Biden para que peça cessar-fogo a Israel: “A compaixão e o direito internacional devem prevalecer!”

Foto de abertura: reprodução Facebook Palestine Red Crescent society الهلال الاحمر الفلسطيني

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE