PUBLICIDADE

Nicole, elefante asiática de 47 anos explorada por muitos anos em circo e zoológico, agora vive em paz num santuário no Tenessee, EUA

Nicole, elefante asiática de 47 anos explorada muitos anos em circo e zoológico, agora vive em paz num santuário no Tenesse, EUA

Desde que o Santuário dos Elefantes Brasil se instalou na Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso, em agosto de 2016 – o primeiro da América Latina -, noticiamos a chegada de novas integrantes de diferentes partes do país – e do continente. Seus criadores querem transformá-lo no maior do mundo!

Contamos histórias felizes e tristes também. Mas todas têm com um ponto importante em comum: a chance que esses seres estão tendo de passar o que resta de suas vidas num local saudável, tranquilo, em paz, com cuidados e amor.

Assim é a história de Nicole, uma fêmea asiática que hoje está com 47 anos, mas foi tirada de seus pais ainda bebê e transferida para os Estados Unidos para ser explorada num circo.

Depois de muitos anos de muito trabalho e maus-tratos, ela foi morar no Zoológico San Antonio, no Texas, onde conheceu duas elefantas que se tornaram companheiras inseparáveis. Na instituição, o trio ficou conhecido The Golden Girls.

Nicole, elefante asiática de 47 anos explorada muitos anos em circo e zoológico, agora vive em paz num santuário no Tenesse, EUA
No Zoológico de San Antonio, no Texas, Nicole vivia acorrentada / Foto: divulgação

Mas, no ano passado, suas amigas morreram e Nicole ficou completamente sozinha. Logo, ativistas e a comunidade iniciaram protestos para que a elefante fosse transferida para um santuário.

Para surpresa de todos, a direção do zoológico aceitou a ideia e começou a procurar um local adequado. O encontrou a mais de 1,2 km de distância: The Elephant Sanctuary (parceiro do santuário do Mato Grosso), no Tenessee. 

Em 6 de março, acompanhada por uma equipe de veterinários do zoológico, Nicole iniciou a viagem para sua nova casa. Chegou três dias depois, de madrugada, e foi recebida com água fresca e suas comidas prediletas.

Não demorou muito para começar a explorar o celeiro e os arredores e aproveitou para tomar um banho com areia e esfregar seu tronco sempre que encontrava uma superfície adequada.

Nicole, elefante asiática de 47 anos explorada muitos anos em circo e zoológico, agora vive em paz num santuário no Tenesse, EUA
Que delícia de banho de areia, no celeiro! / Foto: The Elephant Sanctuary/divulgação

Agora, Nicole não está mais sozinha: é um dos 11 elefantes que vivem no santuário americano. E é a 30ª residente desde sua fundação, em 1995. 

“Este tem sido um ano muito emocionante para o The Sanctuary, pois nosso rebanho continua a crescer! Estamos honrados por poder cuidar de Nicole à medida que ela envelhece”, declarou Janice Zeitlin, CEO da instituição. 

Para recebê-la e garantir uma transição confortável, as instalações foram modificadas e a equipe recebeu novo treinamento. Nicole tem um espaço muito maior e mais adaptado às suas necessidades e pode compartilhar o restante de seus dias com outros elefantes, ao ar livre e em paz. Que benção!

Leia também:
Morre Pocha, elefanta que foi trazida com a filha da Argentina para o Santuário de Elefantes Brasil
Um mês após chegada ao Santuário de Elefantes Brasil, Pocha e Guillermina aprendem a explorar e viver em meio à natureza
Após cinco dias de viagem, mãe e filha – Pocha e Guillermina -, chegam ao Santuário de Elefantes Brasil, no Mato Grosso
Pocha e Guillermina já estão a caminho: vindas da Argentina, serão as novas moradoras do Santuário de Elefantes Brasil

Foto (destaque): The Elephant Sanctuary/divulgação

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE