Na profundeza escura do oceano, robô submarino registra imagens de raríssimo e brilhante peixe-dragão

Na profundeza escura do oceano, robô submarino registra imagens de raríssimo e brilhante peixe-dragão

Mais uma vez o trabalho dos pesquisadores do Monterey Bay Aquarium Research Institute (MBARI), da Califórnia, nos Estados Unidos, traz até nós um registro surpreendente dos seres que vivem nas profundezas dos oceanos. Desta vez, durante uma expedição recente a bordo do barco Western Flyer, os cientistas filmaram com um robô submarino um raríssimo peixe-dragão.

Com formato cilíndrico e cor de bronze, o peixe-dragão da espécie Bathophilus flemingi tem pouco mais de 15 centímetros. Suas barbatanas tem filamentos longos e finos, semelhantes a asas, que os pesquisadores acreditam que servem para sentir as vibrações na água, e assim funcionando como alerta para a aproximação de predadores ou presas.

“Este é o mais raro que encontramos. Em mais de três décadas de pesquisa em alto mar e mais de 27.600 horas de vídeo, só vimos essa espécie em particular quatro vezes! Vimos esse indivíduo nos arredores da Baía de Monterey a uma profundidade de cerca de 300 metros”, revelaram os pesquisadores.

Os peixes-dragão não possuem escamas, somente uma pele lisa e escura, camuflagem perfeita para quem vive na chamada zona de crepúsculo dos oceanos. Mas no caso dessa espécie em específico, ela é brilhante.

Esses peixes são predadores astutos. Embora sejam fortes nadadores, muitas vezes preferem esperar calmamente por suas vítimas. Ficam imóveis no meio da água, à espreita de pequenos crustáceos e peixes. Quando um deles se aproxima, usa suas grandes mandíbulas e os dentes afiados.

Nem todos os peixes-dragão têm uma aparência tão simpática como o Bathophilus flemingi. Um exemplo disso é a espécie que aparece na foto abaixo. Ele é um dragão-negro do Pacífico (Idiacanthus antrostomus).

Na profundeza escura do oceano, robô submarino registra imagens de raríssimo e brilhante peixe-dragão

Os dentes afiados dos peixes-dragão são transparentes e possuem uma nanoestrutura complexa para reduzir o reflexo, desta maneira conseguem passar ainda mais despercebidos por suas presas

Leia também:
Nova espécie de medusa gigante é descoberta na escuridão profunda da costa da Califórnia
Cientistas fazem registro espetacular de uma enorme água-viva-fantasma, com mais de 1 metro de diâmetro
Com robô subaquático, cientistas registram incrível peixe com cabeça transparente e olhos que rodam para cima e para baixo

Foto de abertura: reprodução vídeo MBARI

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta