Mude o Mundo com sua Mensagem: grupo lança almanaque com ideias e insights sobre mudanças climáticas. Baixe agora!

mude-o-mundo-com-sua-mensagem-800x445

Há poucos dias da 21ª. Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP21) – que será realizada de 30/11 a 11/12, em Paris – o grupo Planetários, formado por comunicadores e ativistas, lança a primeira edição especial do Almanaque do Clima com o tema Mude o Mundo com Sua Mensagem.

A publicação digital – já disponível para download gratuito -, é resultado de uma ação coletiva realizada antes, durante e depois da Virada Sustentável, evento que reúne centenas de atividades em todos os cantos da cidade de São Paulo e foi realizado em setembro.

mude-o-mundo-com-sua-mensagem-almanaque-do-clima-capa--Como surgiram os Planetários, o que fizeram e para onde vão

Esse movimento teve início em junho deste ano, a partir do encontro de um grupo de colegas de profissão (eu, entre eles)* que compartilham visões em comum, principalmente sobre a criação de um mundo mais equilibrado. “Trabalhamos juntos no Planeta Sustentável, projeto multiplataforma que se tornou um dos principais veículos de informação sobre sustentabilidade em língua portuguesa – e que teve sua trajetória de sucesso interrompida pela crise que se abateu sobre a indústria de mídia impressa e, mais especificamente, a Editora Abril”, conta o jornalista Caco de Paula,  que liderou o movimento.

“Fomos convidados por André Palhano a propor e realizar uma ação na Virada Sustentável. Nos reunimos num pequeno grupo, meia dúzia de pessoas, e nos autointitulamos Planetários. Nossa ideia era fazer uma criação coletiva sobre mudanças climáticas – um Almanque do Clima – já que estamos vivendo um ano de tão grandes expectativas em torno de um acordo global na conferência da ONU para implementação em 2020 – e muita sede por ação social, sempre com consciência pessoal, ação pessoal e expressão pessoal também”.

Apostamos na expressão pessoal e na ideia de que cada pessoa tem o poder de transformar o mundo, começando por si própria. Expressar nossas crenças e visões de mundo – contando como as mudanças climáticas se manifestam em nossas vidas cotidianas – nos parecia uma boa direção. Definido o tema – Mude o Mundo com sua Mensagem –, partimos em busca de mais “aliados” para criar material que pudesse servir de base para a ação na Virada e – claro!! – resultar em uma publicação, no mínimo, digital: o Almanaque do Clima.

Convidamos amigos próximos, interessados em falar de um planeta melhor, que toparam participar da ideia rapidamente e chamaram outros amigos. Em pouco tempo, reunimos uma boa diversidade de pessoas – adolescentes e adultos, mais jornalistas, especialistas de marketing, escritores, sociólogos, educadores e ativistas – e de mensagens, em formatos variados também: poesias, ilustrações, frases, gifs, vídeos, música, fotos.

Alguns artistas também aderiram rápido, como o músico Arnaldo Baptista (ex-Mutantes), o cartunista Caco Galhardo e a artista plástica Edith Derdyk. E como a gente adora arte e poesia e acredita em seu poder transformador, ainda selecionamos textos de Paulo Leminski e Manoel de Barros.

O próximo passo foi criar uma página no Facebook para divulgar a ação, algumas das criações que chegavam até nós e o workshop que realizaríamos durante a Virada Sustentável. Queríamos o público envolvido também.

Por último – já durante o evento que “vira a cidade” com inúmeras atrações, há cinco anos –, Planetários e seus convidados se reuniram num sábado ensolarado na linda Biblioteca Villa Lobos, no Parque de mesmo nome. Lá, com a orientação de dois queridos parceiros – Cecília Zanotti (Artéria) e o José Bueno (Instituto Harmonia) – e as dicas de fotografia, de poesia e de design de José Eduardo Camargo, Bettina Monteiro e Nana Sievers, respectivamente, todos produziram novos trabalhos para compor nosso lindo almanaque.

“E tudo isso é a MUDE! Uma edição colaborativa, com 80 páginas e 60 autores”, se empolga Caco. “E agora chegamos até você que lê esta reportagem. Que esta obra aberta inspire e resulte em uma mensagem próspera, durável e compartilhável!”, finaliza.

Agora, espalhe o Almanaque do Clima entre amigos, família, colegas de escola e de trabalho, professores e vizinhos para incentivar mais pessoas a criar mais mensagens que poderão transformar o mundo. Mesmo que cada um comece pelo seu quintal.

Este é só o começo da jornada dos Planetários.
__________

*Estes são os primeiros Planetários: Caco de Paula (AUÁ Brasil), Mônica Nunes (Conexão Planeta), Alessandro Meiguins (Atol Estúdio; foi quem criou o projeto gráfico do almanaque), Priscila Perasolo, Suzana Camargo (Conexão Planeta), Rodrigo Gerhardt e Marina Maciel (Conexão Planeta). E logo se juntou muita gente bacana como Flávia Sakai, Helio Mattar, Ricardo Abramovay, Caco Galhardo, André Palhano, Edith Derdyk, Arnaldo Baptista, Henrique Liam, Claudia Carmelo, Maria Zulmira de Souza (Zuzu), José Bueno, Afonso Capelas Jr., Bettina Monteiro, José Eduardo Camargo, Charles Groisman, Patrícia Rosa, Kadja de Paula, Cecília Zanotti, Nana Sievers, Déborah de Paula Souza, André Gravatá, Gabriela Yamaguchi, Juliana Lira, Lee Swain, Paulo Nilson, Gisela Mendes de Paula, Tatiana Camargo, Fernando Beltrame, só para citar alguns.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta