Modelo com síndrome de Down e mulheres de “todos os tamanhos, idades e raças” são estrelas da nova coleção da Victoria’s Secret

A marca americana de roupas íntimas Victoria’s Secret é uma das mais famosas do mundo. É um ícone do universo da moda. Mas durante muitas décadas, suas campanhas sempre retrataram mulheres com corpos “perfeitos”, disseminando um padrão de beleza irreal. Loiras, lindas e magérrimas. Tanto que uma das modelos que sempre desfilou para a empresa foi a brasileira Gisele Bündchen. Entretanto, quantas mulheres, como eu e você, se viam realmente representadas nas passarelas e nos anúncios da companhia? Provavelmente, muito poucas.

Já faz algum tempo, todavia, que a Victoria’s Secret decidiu rever seus conceitos ao criar um marketing mais diverso e inclusivo. E agora, com sua nova coleção – Love Cloud -, faz isso de forma brilhante.

Vestindo as lingeries da marca estão mulheres e modelos de todas as idades, cores, formatos e tamanhos. Exatamente como no mundo real. E entre os destaques da campanha está Sofía Jirau, de 17 anos, que tem síndrome de Down. Em seu perfil no Instagram, a jovem de Porto Rico celebrou a conquista:

“Um dia sonhei com isso, trabalhei e hoje é um sonho realizado. Finalmente posso contar meu grande segredo… Sou a primeira modelo da Victoria’s Secret com síndrome de Down! 💗

Obrigado a todos vocês por sempre me apoiarem em meus projetos. Obrigado a @victoriassecret por me ver como modelo #NoLimits e me fazer parte da campanha de inclusão da Love Cloud Collection. Este é apenas o começo!…

Por dentro e por fora não há limites!”

Sofía, a primeira modelo com Down da Victoria’s Secret

Além de Sofía, entre as outras 17 mulheres que aparecem na campanha estão modelos profissionais e outras estreantes. A nova coleção tem como foco uma lingerie mais confortável, que se ajuste a diferentes tipos de corpo. Finalmente!

Leia também:
Prefeito de Londres proíbe anúncios que estimulem padrões de beleza irreais
Modelos com síndrome de Down rompem barreiras no mundo da moda
Diversidade e inclusão ganham espaço na publicidade

Fotos: divulgação Victoria’s Secret

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta