‘Minha Vida sem Photoshop’: escritora relata viagens humanitárias em livro e convida público a participar

minha-vida-sem-photoshop-viagens-humanitarias-gisela-rao
Quando fez 45 anos, a publicitária, jornalista, escritora e blogueira Gisela Rao decidiu que estava na hora de parar de reclamar que estava ficando velha e transformar essa realidade. Não, ela não marcou cirurgias plásticas, nem foi atrás de nutricionistas ou endócrinos para fazer uma super dieta, tão pouco se matriculou na academia para malhar loucamente. Fez algo muito melhor! Começou a juntar dinheiro para realizar um sonho que vinha protelando: realizar viagens humanitárias pelo Brasil e pelo mundo. Assim, além de transformar a vida de pessoas pelo mundo, poderia transformar a sua também. “Nessas viagens, você fica nua e crua, é você com você! Não existe forma maior de autoconhecimento”.

minha-vida-sem-photoshop-livro-viagens-humanitariasAssim, foi para a Rússia, para a África – República do Congo e Marrocos -, para a Itália – na capital Roma, na Sicília e também em Florença -, entre outros lugares que apresentavam projetos de impacto. Em terras russas, se aliou ao médico-palhaço Patch Adams (foto) para se dedicar a crianças doentes e velhos veteranos da 2ª. Guerra Mundial. Na África, doou remédios contra a malária, brinquedos, amor e atenção para crianças pobres. Na capital italiana, arrecadou 200 pares de meia para os refugiados usarem no inverno, com o apoio da ONG Cáritas; já, em Florença, colaborou com os Médicos Sem Fronteiras com o intuito de proporcionar mais dignidade para os refugiados.

Por conta dessa aventura incrível, Gisela foi convidada pelo apresentador Jô Soares para contar detalhes dessa experiência em seu programa. Era a quinta vez que sentava naquele sofá. E, este ano, ela resolveu escrever um livro para relatar suas vivências tão transformadoras. “Nele, contarei tudo que aconteceu nessas viagens, sobre os projetos nos quais me envolvi e como aprendi a me autoconhecer – na lata! – graças a eles. É um livro – ao qual dei o título de Minha Vida sem Photoshop – para rir, chorar e inspirar outras pessoas a fazer o mesmo: viajar, ousar e ajudar os outros”.

Mas, para viabilizar a obra, a escritora optou pelo financiamento coletivo na plataforma Kickante, que termina no dia 28/3. Na verdade, o foco desse crowdfunding é o último capítulo do livro que conta sobre os dias em que passou no Marrocos, também com o médico Patch Adams. “Este é um dos países mais pobres do mundo e, lá, trabalhei com crianças em hospitais e orfanatos”, destaca. “E, como uma das características do meu livro é a interatividade, todos que colaborarem – não importa se com R$ 10 ou R$ 1 mil – poderão me ajudar a concluí-lo participando com uma frase de sua autoria”.

Fotos: Divulgação

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta