Milhares de pessoas assistem, ao vivo, o nascimento de dois filhotes de “bald eagle”, águia símbolo dos Estados Unidos

Milhares de pessoas assistem, ao vivo, o nascimento de dois filhotes de "bald eagle", águia símbolo dos Estados Unidos

A águia-de-cabeça-banca, a bald eagle (Haliaetus leucocephalus), é uma das aves mais emblemáticas dos Estados Unidos. Símbolo daquele país, ela é nativa da América do Norte, e pode ser encontrada desde o Alaska até o norte do México. As asas desse animal belíssimo podem chegar a ter a impressionante envergadura de quase 2,5 metros. Com isso, quando estão voando, perseguindo suas presas, podem atingir a velocidade de 160 km por hora.

Há poucos dias, milhares de americanos assistiram, ao vivo, pela internet, o nascimento de dois filhotes da espécie. A transmissão foi feita pela Dick Pritchett Real Estate family farm, uma propriedade particular no estado da Flórida.

Os pais dos novos filhotes são Harriet e seu companheiro, M15 (algumas aves recebem números, pelos quais são idenfificadas). Em geral a eclosão do ovo leva entre 12 a 72 horas, já que o filhote seu bico lentamente para quebrar a casca.

Milhares de pessoas assistem, ao vivo, o nascimento de dois filhotes de "bald eagle", águia símbolo dos Estados Unidos

Macho e fêmea acompanhando a eclosão dos ovos

Há uma década a família Pritchett instalou câmeras próximas ao ninho das águias para que pessoas no mundo inteiro possam acompanhar a rotina desses pássaros, 24 horas por dia.

A majestosa águia-branca-americana

Apesar de em inglês a espécie Haliaetus leucocephalus ter o nome de águia-careca, ela possui penas em todo corpo (são aproximadamente 7 mil) . O termo “bald” vem da palavra do inglês arcaico “balde”, que originalmente significava branco. Era a “águia da cabeça branca”.

Em geral, essa ave vive próximo a rios e lagos. Ela se alimenta basicamente de peixes, mas também pode comer outros animais, como pequenos mamíferos (esquilos, guaxinis e coelhos), e até, aves aquáticas.

As águias, assim como outras aves de rapinas, possui um bico curvo que serve para despedaçar suas presas.

Milhares de pessoas assistem, ao vivo, o nascimento de dois filhotes de "bald eagle", águia símbolo dos Estados Unidos

Em pleno voo: envergadura das asas pode chegar a 2,5 metros

Para conquistar seus parceiros, a espécie tem um ritual de cortejo especial, em que mostra sua força e agilidade. Aproximadamente de 5 a 10 dias, após a cópula, a fêmea coloca os ovos e o período de incubação dura cerca de 35 dias.

A águia-americana tem um parceiro para a vida toda. Uma vez que um macho e uma fêmea tenham acasalado e procriado juntos, serão um casal para sempre.

Na vida selvagem, entre 70% e 80% das águias morrem antes de se tornarem adultas, por volta dos cinco anos. Aquelas que conseguem passar dessa fase, podem viver em torno de 20 a 25 anos. Em cativeiro, entretanto, a espécie sobrevive muito mais tempo – 40 ou 50 anos -, por estar em um ambiente seguro, ter alimentação garantida e cuidados veterinários.

Um dos pais alimenta os filhotes

*Com informações da CNN Internacional

Leia também:
Duas águias macho e uma fêmea formam família e cuidam juntas de seus filhotes

Fotos: SWFLEagleCam.com e domínio público/pixabay (águia voando)

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta