PUBLICIDADE

Mil animais de estimação e selvagens morrem em incêndio no maior mercado ao ar livre da Tailândia 

Mil animais de estimação e selvagens morrem em incêndio no maior mercado ao ar livre da Tailândia 

mercado de Chatuchak – conhecido como Bangkok Weekend Market – é o maior da Tailândia e um dos mais conhecidos do mundo, reunindo mais de 15 mil barracas – numa área atrás do shopping JJ Mall, na Kamphaeng Phet 3 Road –, que recebe a visita de mais de 200 mil pessoas por dia.

fogo começou na madrugada de ontem (11) e destruiu cerca de 100 lojas dos 118 pet shops que ocupam quatro seções do mercado (são 27, no total) em uma área de 1.400 m2, e vendem animais domésticos como peixes ornamentais, gatos, cachorros, pássaros, além de espécies selvagens e exóticas como macacos, cisnes, cacatuas, ratos e cobras, que custam caríssimo.

Um vendedor contou à reportagem do Bangkok Post que o início do fogo foi identificado em uma loja que vende apenas cachorros – os proprietários deixavam ventiladores elétricos ligados a noite toda para garantir o conforto dos animais – e logo se alastrou.

PUBLICIDADE

Bombeiros de muitas estações locais correram para o local e levaram cerca de meia hora para apagar o incêndio. 

Bombeiros controlaram o incêndio em meia hora
Foto: Chatuchak District Office/divulgação

“A vergonha de Bangkok!”

Segundo a ONG Wildlife Friends Foundation Thailand (WFFT) , o mercado de Bangkok é famoso por suas más condições de bem-estar animal e, muitas vezes, pelo comércio ilegal de vida selvagem.

“É a vergonha de Bangkok!”, declarou em nota publicada em seu site. Edwin Wiek, diretor da fundação, diz: “É imoral, cruel, um perigo para a saúde e a segurança e completamente desnecessário”.

Um dos animais resgatados com vida do incêndio recebe cuidados
Foto: Chatuchak District Office/divulgação

Não é por acaso que a área do mercado onde ficam as seções de animais passe por inspeções regulares e é a parte mais controversa do local, amplamente criticada devido às condições precárias em que os animais vivem. Doenças e mortes são constantes. 

A maior parte dos animais das lojas atingidas pelo incêndio morreram, mas voluntários encontraram sobreviventes em estado deplorável, entre eles. 

Devido à tragédia, ativistas renovaram seus apelos às autoridades tailandesas para que o centro de animais do famoso mercado seja fechado. 

“Os animais são frequentemente mantidos em gaiolas pequenas e sujas, aguardando serem comprados”, conta a WFFT que, junto com “outros ativistas dos direitos dos animais há muito condena as condições em Chatuchak, pedindo regulamentações e fiscalizaçãomais rigorosas”.

E finaliza: “Esta não é a primeira vez que ocorre um incêndio que vitima animais no país. Isso também aconteceu (mais de uma vez!) no horrendo Zoológico de Pata, onde espécies ameaçadas de extinção são aprisionadas para entretenimento turístico. A BMA (Bangkok Metropolitan Administration) precisa agir e acabar com esta crueldade sem sentido contra os animais. Por isso, esperamos profundamente que este desastre provoque o encerramento permanente do comércio de animais vivos no mercado de Chatuchak”.

Lembra da origem da covid-19?

Com este episódio, impossível não lembrar de como a pandemia de covid-19 começou. O primeiro paciente diagnosticado com coronavírus foi infectado muito provavelmente ao comer um morcego ou um pangolim comprado em um mercado de animais vivos na cidade chinesa de Wuhan.

Um mercado como outro qualquer encontrado na Ásia, que, em geral, mantém os animais em péssimas condições de higiene. A situação só se agravou a partir dos anos 60, com a crise no abastecimento alimentar. na China. Devido às rígidas políticas governamentais de controle sobre os meios de produção, o país passou a estimular a caça, o comércio e o consumo de animais silvestres.

E foi a adoção deste hábito que nos levou ao surgimento de várias doenças até então adormecidas. E pode nos levar a muitas mais se essa prática não tiver fim (leia ‘Não esqueçamos a origem do coronavírus: parem o tráfico e consumo de animais silvestres imediatamente!’).
_____________

Agora o Conexão Planeta também tem um canal no WhatsApp. Acesse este link, inscreva-se, ative o sininho e receba as novidades direto no celular.

Foto: Chatuchak District Office/divulgação (resgate de animais sobreviventes)

Com informações do Post Bangkok, Wildlife Friends Foundation Thailand

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE