PUBLICIDADE

Microplásticos são encontrados em camadas profundas de sedimentos de lagos

Microplásticos são encontrados em camadas profundas de sedimentos no fundo de lagos

Microplásticos, como o próprio nome diz, são minúsculos resíduos de plástico, com menos de 5 milímetros. Já na década de 70 estudos indicaram a presença desses dejetos no meio ambiente, mas desde então, eles podem ser observados em todos os lugares, literalmente! Esse lixo plástico proveniente das atividades do homem no planeta foi encontrado em nuvens no topo do Monte Fuji, no organismo de seres dos abismos mais profundos dos oceanos e até no sangue do ser humano.

Agora, um novo estudo internacional demonstra que essa praga moderna está também nas profundezas do solo da Terra. Um grupo de geógrafos, ambientalistas e ecologistas analisou de várias instituições da Europa analisou o fundo de três lagos da Letônia, país situado no Mar Báltico entre a Lituânia e a Estônia.

Os pesquisadores não apenas acharam amostras de resíduos plásticos, como descobriram que elas também estavam em camadas de sedimentos muito profundas – mesmo aquelas depositadas ali antes da criação desse tipo de material, que ocorreu por volta de 1860 (já o polietileno (PE) surgiu em 1933 e na década de 50 houve o desenvolvimento do poliéster e do polipropileno, que alavancaram um boom nessa indústria).

Ao perfurar amostras do núcleo dos lagos, foram achados microplásticos em sedimentos do início de 1.700, o que indica que eles podem migrar até as camadas inferiores.

“Independentemente da idade da camada de sedimentos, partículas microplásticas foram encontradas nos núcleos em todos os locais”, afirmam os autores do estudo num artigo publicado no jornal Science Advances.

O problema do lixo plástico já virou um dos maiores desafios ambientais da humanidade. Cientistas chamam nossa atual era de Plasticídio. Governos precisam impor regras mais rígidas e taxas sobre a produção desse material, pois suas micropartículas hoje fazem parte da dieta de todos os seres vivos da Terra, incluindo, o homem.

Microplásticos são encontrados em camadas profundas de sedimentos no fundo de lagos

Ilustração mostra a concentração de microplásticos encontrada nos diferentes lagos
(Imagem: Dimante-Deimantovica et all, 2024)

Leia também:
Estuário de Santos, no litoral paulista, é um dos lugares do mundo mais contaminados por microplásticos
Técnica que mede a concentração de microplásticos na água começa a ser usada no litoral do Paraná
Estudante brasileiro conquista prêmio internacional com sistema que filtra microplásticos na água

Foto de abertura: Will Parson/Chesapeake Bay Program/Flickr

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE