Maurício, jogador de vôlei do Minas Tênis Clube, é demitido após mensagem homofóbica em rede social

Maurício, jogador de vôlei do Minas Tênis Clube é demitido após mensagem homofóbica em rede social

Recentemente contei aqui sobre uma novidade divulgada pela DC Comics em relação a um de seus mais famosos personagens: o novo Superman, filho de Clark Kent, é bissexual e ativista ambiental. Todavia, o jogador de vôlei Maurício Souza, do Minas Tênis Clube e que também atua pela Seleção Brasileira, resolveu usar suas redes sociais para fazer um comentário debochado e homofóbico sobre a notícia. “Ah, é só um desenho, não é nada demais’. Vai nessa que vai ver onde vamos parar”, escreveu.

O comentário não passou despercebido e gerou reações na internet. Um dos primeiros a rebater Maurício foi seu colega de profissão e também jogador da Seleção Brasileira, Douglas Souza, que é homossexual assumido e se tornou muito popular entre os internautas durante os Jogos Olímpicos de Tóquio com suas postagens sempre muito bem-humoradas.

Sem citar nomes, Douglas afirmou: “Engraçado que não ‘virei heterossexual’ vendo os super-heróis homens beijando mulheres… Se uma imagem como essa te preocupa, sinto muito, mas eu tenho uma novidade para a sua heterossexualidade frágil”.

A polêmica chegou até nos Estados Unidos. O jogador de vôlei Torey DeFalco, da seleção americana, que também esteve no Japão, disse em seu perfil no Instagram: “Eu pensei que estávamos além disso, mas acho que não… droga, vergonha..”.

Após a declaração de Maurício Souza ganhar ainda mais repercussão negativa, tanto o Minas Clube Tênis, como a Fiat, um dos principais patrocinadores do time, vieram a público comentar o assunto. Repudiaram qualquer tipo de comportamento homofóbico, que no Brasil, inclusive, é considerado crime. Já o clube do atleta inicialmente emitiu nota revelando que ele estava afastado, por tempo indeterminado, teria que pagar uma multa e também, era obrigado a se desculpar. Mas há pouco, houve o anúncio de sua demissão.

Como não canso de lembrar, atletas, artistas e políticos são figuras públicas e por isso têm obrigação e responsabilidade de dar um bom exemplo. Milhões de pessoas os admiram e seguem seus passos.

“É inadmissível este tipo de conduta do Maurício e eu sou radicalmente contra qualquer tipo de preconceito, homofobia, racismo. Em se tratando de seleção brasileira, não tem espaço para profissionais homofóbicos. Acima de tudo preciso ter um time e não posso ter este tipo de polêmica no grupo. Não me refiro apenas ao elenco dos atletas. É geral, para todos os profissionais”, afirmou Renan dal Zotto, técnico da Seleção Brasileira de Vôlei, em entrevista ao jornal O Globo.

Ontem (26/10), o jogador divulgou o seguinte vídeo, em que se retratou, entretanto, o estrago já estava feito:

Leia também:
Marvel terá jovem Capitão América gay e protetor dos oprimidos para celebrar 80 anos do personagem
Mulher Maravilha será nova embaixadora da ONU pelo empoderamento feminino

Kyrie Irving, um dos maiores jogadores do basquete americano, é afastado do time por não revelar se foi vacinado contra a covid

Foto: reprodução Facebook Mauricio Souza e divulgação DC Comics

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Um comentário em “Maurício, jogador de vôlei do Minas Tênis Clube, é demitido após mensagem homofóbica em rede social

  • 28 de outubro de 2021 em 5:24 PM
    Permalink

    Um absurdo. Não vi nada de homofóbico
    Lamentável

    Resposta

Deixe uma resposta