Marvel terá jovem Capitão América gay e protetor dos oprimidos para celebrar 80 anos do personagem

Marvel terá jovem Capitão América gay e protetor dos oprimidos para celebrar 80 anos do personagem

Criado em 1941, o personagem do Capitão América foi concebido como um super-herói patriótico, que lutava por seu país durante a Segunda Guerra Mundial. Das páginas dos quadrinhos, ele pulou para as telas do cinema, imortalizando a história de Steve Rogers, o jovem franzino que depois de receber um soro experimental ganhou um força descomunal e perto do fim da guerra, foi congelado e depois acordou no futuro.

Para completar os 80 anos do personagem, a Marvel Comics anunciou o lançamento de uma série de edições limitadas, The United States of Captain America, em que Rogers, ao lado de outros super-heróis, viajarão pelo país em busca do escudo especial, que foi perdido. No caminho, encontrarão pessoas que, em suas comunidades, se tornaram heróis locais. Um deles é Aaron Fischer.

Fisher é um jovem gay, destemido, que ajuda pessoas oprimidas e desabrigadas.

“Aaron é inspirado em heróis da comunidade queer: ativistas, líderes e pessoas comuns que lutam por uma vida melhor. Eles representam os oprimidos e os esquecidos. Espero que sua história de estreia ressoe com os leitores e ajude a inspirar a próxima geração de heróis”, disse Joshua Trujillo, escritor e desenhista envolvido no projeto de concepção do novo Capitão América.

“Como uma pessoa transgênero, fico feliz em poder apresentar uma pessoa assumidamente gay que admira o Capitão América e luta contra o mal para ajudar aqueles que são quase invisíveis para a sociedade. Enquanto o desenhava, pensei, bom, o Capitão luta contra seres superpoderosos e salva o mundo quase sempre, mas o Aaron ajuda quem anda sozinho na rua com os problemas que enfrenta todos os dias. Espero que as pessoas gostem do resultado final”, torce Jan Bazaldua, outra artista que faz parte da equipe da Marvel.

O lançamento da série limitada acontecerá em junho, marcando também a celebração do Mês do Orgulho LGBTQ +.

Marvel terá jovem Capitão América gay e protetor dos oprimidos para celebrar 80 anos do personagem

Leia também:
DC Comics anuncia Batman negro na nova geração de super-heróis e vilões
Indígena brasileira será a nova Mulher Maravilha da DC Comics
Chakra, o Invencível: novo super-herói ensina crianças sobre mudanças climáticas

Ilustrações: Marvel Comics

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta