Mais de 2 milhões de australianos já baixaram aplicativo que rastreia casos de coronavírus

Mais de 2 milhões de australianos já baixaram aplicativo que rastreia casos de coronavírus

Já são mais de 3 milhões de pessoas infectadas no mundo com o novo coronavírus e mais de 200 mil mortes. Na Austrália, o número de casos de contaminados é de 6,7 mil e os óbitos não chegam a 100 – são 92, até este momento.

Apesar da proliferação ainda baixa pelo vírus, o governo do país lançou um aplicativo que os australianos podem baixar, voluntariamente, o COVIDSafe. Com o app instalado em telefones, as autoridades de saúde conseguirão monitorar melhor o número de pessoas que testaram positivo para a COVID-19 e com que elas tiveram contato, além de mapear onde são esses casos.

Desde que foi disponibilizado, no último domingo, 26/04, o download do aplicativo já foi feito por 2,2 milhões de australianos. A população atual do país é de aproximadamente 25 milhões de habitantes.

Para usar o app, é preciso fornecer o nome, número de telefone, CEP do endereço e a idade. O governo garante, entretanto, que nenhum dados dos usuários será compartilhado publicamente.

“Os australianos estão fazendo um trabalho extraordinário para achatar a curva e conter a expansão do coronavirus, mas não podemos ser complacentes ”, disse o primeiro-ministro Scott Morrison. “Precisamos do aplicativo COVIDSafe como parte do plano para salvar vidas e salvar meios de subsistência. Quanto mais pessoas fizerem o download deste importante aplicativo de saúde pública, mais seguras elas e suas famílias estarão, mais seguras serão suas comunidades e mais cedo poderemos reduzir com segurança restrições e voltar aos negócios e fazer as coisas que amamos ”.

De acordo com Greg Hunt, ministro da Saúde, o COVIDSafe mantém apenas as informações por 21 dias. Isso cobre o período máximo de incubação do vírus e o tempo que leva para alguém fazer o teste do COVID-19.

“Quando a pandemia de coronavírus terminar e a Austrália não precisar mais do aplicativo, o aplicativo e as informações nele serão excluídos permanentemente. Nenhum vírus, nenhum aplicativo ”, afirmou Hunt.

Mais de 2 milhões de australianos já baixaram aplicativo que rastreia casos de coronavírus

Cartaz da campanha para estimular a população a baixar o app

*Com informações do Governo da Austrália e da CNN Internacional

Leia também:
OMS e líderes globais anunciam aliança para acesso a testes, vacina e medicamentos contra coronavírus, e Brasil fica de fora
Projeto piloto em Minas Gerais irá monitorar rede de esgoto para rastrear proliferação do coronavirus
Empresas se unem para consertar gratuitamente milhares de respiradores sem uso no Brasil

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta