PUBLICIDADE

Lagarto da Mata Atlântica “se faz de morto” para enganar possíveis predadores

Lagarto da Mata Atlântica "se faz de morto" para enganar possíveis predadores

De bobo esse pequeno réptil não tem nada. Com cerca de 5 centímetros, o lagarto da espécie Leposoma scincoides, endêmico da Mata Atlântica, já era conhecido por ter algumas estratégias para dissuadir seus predadores, algo comum entre esses animais. Todavia, uma delas, ainda era desconhecida dos cientistas.

Foi durante um trabalho de campo que pesquisadores do Projeto Bromélias e do Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA) perceberam que ele também “se faz de morto”. Isso mesmo! Tentam parecer sem vida.

“Ao serem manuseados para avaliar suas estratégias defensivas, imediatamente viraram-se de barriga para cima, colocando-se em uma postura na qual fingiram-se de mortos, retornando à posição normal cerca de quatro minutos depois, relatou Cássio Zocca, pesquisador do INMA e um dos autores de um artigo científico publicado recentemente na revista britânica The Herpetological Bulletin, em que descrevem a descoberta do comportamento inusitado.

O lagarto em questão é encontrado apenas em áreas de floresta, desde a região de Teresópolis (RJ) até Salvador (BA). Para poder fazer o registro da estratégia, os pesquisadores fizeram uma série de fotografias de dois indivíduos e fizeram uma vasta pesquisa na literatura científica para tentar encontrar esse tipo de artimanha entre outros animais da mesma família, a Gymnophthalmidae.

“Os lagartos adotam uma variedade de estratégias defensivas para evitar ataques de predadores na natureza, incluindo colorações e exibições posturais. Assim, espécies diferentes podem exibir estratégias diferentes diante do risco da predação. Há espécies que podem desferir mordidas, inflar o corpo, usar a descarga cloacal e a autotomia da cauda, que é a habilidade de liberar total ou parcialmente a cauda, como uma automutilação”, explica Zocca.

Esse tipo de lagarto tem hábitos diurnos e é comumente encontrado no chão da mata, entre folhas e galhos. Os cientistas suspeitam que o “se fazer de morto” deve ser utilizado quando ele não consegue se camuflar ou fugir a tempo de um risco eminente, como por exemplo, o ataque de uma ave.

Lagarto da Mata Atlântica "se faz de morto" para enganar possíveis predadores

O pequeno lagarto, segundos antes de se fingir de morto
(Foto: Cássio Zocca)

*Com informações e entrevistas concedidas ao portal Gov.br

Leia também:
A estratégia inusitada do rapazinho-do-chaco para escapar dos predadores
A incrível estratégia de defesa das abelhas jataí
Zoológico de Nova York celebra nascimento de seis filhotes de dragão-de-komodo, o maior lagarto do planeta
Escamas de lagarto inspiram biocultivador para apartamentos

Foto de abertura: Cássio Zocca

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE