Joe Biden convida líderes de 40 países para ‘Encontro do Clima’, que acontecerá no Dia da Terra

Joe Biden convida líderes de 40 países para 'Encontro do Clima', que acontecerá no Dia da Terra

Como já tinha anunciado em dezembro, pouco mais de um mês após ser eleito, o novo presidente americano Joe Biden anunciou que os Estados Unidos sediaria um evento global pelo clima no início de 2021. Na semana passada, os detalhes foram revelados pela Casa Branca. Presidentes de 40 países, entre eles o Brasil, foram convidados para participar do “Leaders Summit on Climate”, reunião que será realizada virtualmente, nos dias 22 e 23 de abril.

Perante outros líderes mundiais, Biden pretende ressaltar os benefícios que podem ser gerados a partir da economia “verde”, da qual ele é um ardoroso defensor.

Em uma das primeiras medidas depois de assumir o governo dos Estados Unidos, ele colocou os Estados de volta no Acordo do Clima. Seu antecessor, Donald Trump, havia retirado os americanos do tratado, assinado por quase 200 países, em 2015, para reduzir as emissões de carbono e dessa maneira, tentar frear o aumento da temperatura na Terra (leia mais aqui).

Durante o Leaders Summit on Climate, que começará na data em que se celebra o Dia da Terra, serão discutidos os seguintes temas:

– Esforços das principais economias do mundo para reduzir as emissões de carbono;

– Mobilizar o financiamento dos setores público e privado para ajudar os países vulneráveis ​​a lidar com os impactos climáticos;

– Benefícios econômicos da ação climática, com forte ênfase na criação de empregos, e a importância de garantir que todas as comunidades e trabalhadores se beneficiem da transição para uma nova economia de energia limpa.

Além dos líderes das grandes economias, como Alemanha, Canadá, França e Reino Unido, Biden também convidou para participar da conferência virtual representantes de países menores, mas que têm demonstrado esforços para combater seriamente a crise climática, como Butão, Chile e Nova Zelândia.

O “Leaders Summit on Climate” terá transmissão aberta e ao vivo.

Leia também:
“Temos que fazer e iremos fazer”, diz Biden sobre seu ambicioso plano para combater a crise climática
“Não há tempo a perder. Estamos no meio de uma crise”, diz Joe Biden, sobre mudanças climáticas
Quais são os compromissos do recém-eleito presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para o combate à crise climática

Foto: reprodução Facebook President Joe Biden/@POTUS

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta