Ivete Sangalo, Felipe Neto e outras figuras públicas se mobilizam pela Bahia; MST e Ação da Cidadania fazem campanhas para doações

Atualizado em 12/12/2021
As fortes chuvas já afetaram 70 mil pessoas – são 3,7 mil desabrigadas – de acordo com informações do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia. Com a ajuda de dois helicópteros, cerca de 241 bombeiros fazem o resgate das vítimas e apoiam as comunidades atingidas no sul e extremo sul do estado.

As tempestades chegaram também ao norte e leste de Minas Gerais, deixando 31 cidades do Vale do Jequitinhonha – uma das regiões mais afetadas do estado -, Mucuri e Resplendor alagadas, com mortos (entre eles, uma criança de 2 anos) e milhares de desabrigados. O governo estadual decretou que todas estão em situação de emergência.

Vale do Jequitinhonha debaixo d’água / Foto: reprodução de vídeo

_______________

As intensas chuvas provocadas por um ciclone extratropical, que começaram a cair sobre o estado da Bahia e se intensificaram durante toda a semana, atingiram, com maior gravidade, o extremo sul, devastando cerca de 30 cidades, o que levou o governador Rui Costa a decretar situação de emergência, na maioria delas, e prefeitos a classificarem o cenário como estado de calamidade.

O aumento do nível dos rios que levou fortes correntezas às ruas e resultou em regiões inteiras submersas e na destruição de estradas e pontes, deixou muitos moradores ilhados. Alguns permanecem completamente isolados.

Registro de sobrevõo por Jucuruçu / Foto: reprodução de vídeo

Logo nos primeiros dias, imagens de diversas cidades atingidas – como Salvador, Jucuruçu, Barra, Macarani, Itamaraju, Medeiros Neto, Porto Seguro, Ilhéus, Maraú, Teixeira de Freitas, Prado, Guanambi e Olivença – circularam rapidamente pelas redes sociais, revelando o grau de devastação, que tem deixado centenas de pessoas desabrigadas, além de feridos, mortos e desaparecidos.

Jucuruçu é o município mais devastado: em um dia, caíram 450 mm de água e os rios Gado Bravo e Jucuruçu transbordaram, deixando a cidade praticamente submersa. Diversos bairros estão isolados. No distrito de Arraial D’Ajuda, em Porto Seguro, a prefeitura decretou estado de calamidade, como aconteceu em Itamaraju, onde três pessoas da mesma família morreram soterradas, após deslizamento que atingiu seis casas.  

Rede de solidariedade

Os apelos de moradores, especialmente no Twitter, criaram uma grande rede de solidariedade e a adesão de figuras públicas como Felipe Neto, Whindersson Nunes, Anitta, Ivete Sangalo, Juliette Freire e Gil do Vigor, entre outros. O movimento 342 Artescoletivo de artistas engajados, liderado por Paola Lavigne – se solidarizou e divulgou a campanha da Ação da Cidadania sobre a qual falo mais adiante.

Felipe declarou doação de R$ 100 mil para ajudar as cidades atingidas. “O sul da Bahia está em situação catastrófica neste momento. Precisamos ajudar! Quem puder ajudar, ajude Nova Alegria! Estou enviando 100 mil reais para ajudar as famílias desabrigadas. Ajude com o que puder!”. Nova Alegria fica em Itamaraju, uma das cidades mais atingidas pelas tempestades.

Ele, Gil, Juliette e Whindersson também divulgaram, em seus perfis, chaves PIX de três locais: em Nova Alegria: 73 991725720 (Júlia Cristina dos Santos Pereira); Itamaraju: 34552987000179 (CNPJ de Miguel Xavier); e Jucuruçu: 73981365156 (Aiala Figueredo) e 73982179346 (Camila Reis).

Gil pediu doações e orações: “Minha gente, nesse momento, várias cidades da Bahia estão passando por um momento muito difícil por conta das fortes chuvas. Está na hora de provarmos mais uma vez nossa força e ajudar como a gente puder. Doe, ore, compartilhe. Devemos ajudar”.

No Twitter, em resposta à mensagem desesperada de moradora de uma das regiões afetadas, o comediante Whindersson contou que estava no Amazonas, mas empenhado, com sua equipe, para enviar helicópteros que pudessem levar doações: “Orçando helicópteros para garantir que as doações cheguem, já chega! Estamos juntos nessa”. orientou Anitta a fazer o mesmo, quando esta perguntou como poderia ajudar.

E continuou: “A chuva levou às estradas e na cidade é impossível transitar. Acho que a solução seria helicóptero pro resgate de pessoas ilhadas e pra levar doações, tem gente só com a roupa do corpo. Tamo mandando dois, mais um pra atender as aldeias indígenas seria top demais”.

A cantora Ivete Sangalo pediu ajuda de seus fãs nas redes sociais. “Minha gente, desde o início da semana, cidades do extremo sul da Bahia estão sendo atingidas por fortes chuvas que têm se intensificado, causando enormes transtornos e levando o governo a decretar situação de emergência em 24 municípios da região da Costa do Descobrimento”.

E completou: “Diversas famílias estão desabrigadas, pessoas estão desaparecidas, pois os rios que passam por dentro das cidades elevaram seus níveis acima de nove metros, inundando literalmente duas cidades da região e ilhando outras, e tornando o acesso impraticável. A solicitação de ajuda tem sido constante”.

Ivete anda contou que conseguiu a adesão de empresas para arrecadar alimentos, água, roupas e cobertores e atender as vítimas das enchentes. “Esses pedidos são emergenciais. E quem está acompanhando e vivenciando essa tragédia de perto quer essa ajuda logo. Agradeço a todos”.

Ação da Cidadania: cada R$ 1 doado, um prato de comida

Hoje, a Ação da Cidadania divulgou sua adesão em prol dos desabrigados na Bahia, convocando todos os brasileiros a ajudarem. O movimento 342 Artes replicou.

O ciclone tropical que atingiu o local já deixa desaparecidos e milhares de pessoas desabrigadas. Por isso, de hoje até 18 de dezembro, o Natal sem Fome ganha uma ação especial. Todo o valor arrecadado neste período da campanha será destinado às famílias que se encontram em vulnerabilidade na região. Mais uma vez, esse trabalho só será possível se cada um fizer a sua parte”.

Com sua campanha Natal sem Fome, o grupo convoca empresas, parceiros, voluntários e doadores “a levar um pouco de esperança neste momento tão difícil”: cada R$ 1 arrecadado será transformado em um prato de comida. Doe quanto você puder!

Para doar para a Associação Comitê Rio da Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida acesse o site Natal Sem Fome ou faça um PIX: CNPJ: 00346076000173.

Você também pode fazer depósitos nas seguintes contas:
Banco do Brasil: agência 1211-4, conta corrente 500.537-x e
Banco Itaú: agência 0417, conta corrente 65638-6.

MST: transporte, cozinhas solidárias e coleta de doações

Caminhões do MST ajudam a resgatar pessoas e pertences em Itamaraju / Foto: MST/Divulgação

O MST – Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra também aderiu à rede de solidariedade pela Bahia, concentrando esforços no município de Itamaraju, inicialmente.

Seus carros e caminhões estão sendo usados para ajudar na retirada das famílias e de seus pertences. E o movimento ainda instalou duas cozinhas solidárias: no Complexo Integrado de Educação de Itamaraju e na Secretaria Regional do movimento (em março, contamos aqui que o MST estava instalando cozinhas solidárias em dez estados e no DF).

Na sede do Detran, o MST também organizou um ponto de coleta de doações de água, alimentos, medicamentos, roupas e colchões. 

A intenção do movimento é chegar a outros municípios como Jucuruçu, Prado e Medeiros Neto, mas as estradas e pontos de acesso foram destruídas pelas inundações. Assim que for possível, as doações concentradas em Jucuruçu serão levadas para essas cidades.

SOS Chuva: Corpo de Bombeiros recebe doações

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia divulgou sua campanha SOS CHUVA, no Instagram, com a qual está recebendo doações de cestas básicas, roupas, colchões, lonas, cobertores, lençóis etc em todos os quartéis da corporação no estado.

Fotos: montagem com imagens de divulgação e reproduções do Instagram / reprodução de vídeo

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta