ICMBio adverte sobre alimentação de tubarões por barcos de turismo em Fernando de Noronha

ICMBio adverte sobre alimentação de tubarões por barcos de turismo em Fernando de Noronha

O Instituto Chico Mendes Conservação da Biodiversidade (ICMBio) divulgou um ofício há poucos dias alertou proprietários de embarcações náuticas em Fernando de Noronha sobre a alimentação indevida de tubarões em passeios turísticos.

“Temos sido informados de forma reiterada acerca de passeios náuticos na região da ANPESCA envolvendo fornecimento de alimentação à visitantes. Nestes passeios, restos tem comida são lançados ao mar e com isso, diversos tubarões se aproximam virando atração turística”, relata o documento.

Segundo o ICMBio, que é responsável pela gestão ambiental das áreas de preservação do arquipélago, o Plano de Manejo da Área de Preservação Ambiental de Fernando de Noronha – Rocas – São Pedro e São Paulo, proíbe
de forma explícita “a interação com a biodiversidade e a alimentação de animais silvestres”.

Especialistas condenam este tipo de prática. Pode ter um impacto negativo sobre o comportamento e os hábitos dos animais, que acabam ficando acostumados com o recebimento de alimentos, e inclusive, em horários pré-determinados.

“Reforçamos que além dos impactos diretos sobre as espécies, a alimentação de tubarões pode vir a influenciar no comportamento dos mesmos gerando risco aos visitantes que nadam nesta localidade”, ressalta Carla Cristina de Castro Guaitanele, chefe do ICMBio Fernando de Noronha.

O alerta do ICMBio vale para qualquer espécie animal envolvida em atividades turísticas. Recomendamos a leitura deste artigo, escrito no ano passado, pela advogada e ativista Fernanda Tripode para o Conexão Planeta: Turismo legal não explora animal!

Leia também:
Nova portaria do governo exclui análise do ICMBio em autorizações para grandes obras em Fernando de Noronha
Em expedição, pesquisadores se deparam com espécies de peixes nunca antes registradas em Fernando de Noronha
Liberação da pesca da sardinha pelo governo em Fernando de Noronha: polêmica e irresponsável
Governo de Pernambuco diz que proposta federal de liberar cruzeiros em Fernando de Noronha “não respeita a natureza”

Foto: Total Heliski/Creative Commons/Flickr

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta