Homem morre durante corrida de touros na Espanha

Homem morre durante corrida de touros na Espanha

Inacreditável saber que esse tipo de evento ainda é realizado em 2021. E o resultado é este: um homem de 55 anos foi morto por um touro durante um festival na cidade de Onda, na Espanha, no último final de semana. Ele foi atacado pelo animal, repetidas vezes, na chamada “corrida de touros”. O espanhol foi levado para o hospital, mas não sobreviveu a uma hemorragia interna (a imagem que abre este post é de arquivo, de situação similar, apenas para efeito de ilustração).

Esse tipo de “evento” sempre foi bastante comum tanto na Espanha, como em alguns vilarejos de Portugal e da França. Em ruas geralmente bastante estreitas, os touros são soltos e um grupo de homens corre em disparada na frente deles. Em seguida, os animais são usados em touradas.

Mas nas últimas décadas, há uma pressão cada vez maior para que esses festivais sejam abolidos de vez. Entre 2007 e 2018, mais de 50% dessas festas foram canceladas em cidades espanholas. 93% dos jovens entre 16 e 24 anos do país afirmam ser contra as touradas.

Após a morte do homem, a prefeitura de Onda cancelou as demais corridas,
mas manteve o resto da programação do festival

Nas touradas, uma prática cruel e covarde, muitos dos animais são feridos antes de entrarem na arena e com isso, se tornam alvos – e vítimas – fáceis para o toureiro, o “el matador” . A técnica já foi denunciada por diversas organizações de proteção animal, como a Peta. Um homem em um cavalo vendado entra na arena e enfia uma lança nas costas do touro, fazendo com que o animal sangre. O objetivo é amedrontar e enfraquecer o touro. Depois mais homens entram a pé e continuam a mergulhar banderillas – varas com uma ponta de arpão em uma extremidade – na parte superior das costas do animal, causando-lhe uma dor aguda sempre que ele vira a cabeça.

O ataque final do toureiro se dá com uma punhalada entre as omoplatas e no coração do touro com uma espada. Como prêmio, “el matador” pode receber as orelhas ou os rabos desses animais mortos.

Segundo dados da Peta, por ano, aproximadamente 40 mil touros morrem de forma violenta em arenas na Europa.

Um dos mais famosos festivais da Espanha é o de San Fermín, em Pamplona, que acontece em julho. Há uma petição online que você também pode assinar pedindo que o evento acabe. Clique neste link para exigir um basta nesse tipo de barbárie. E outra, aqui, em que você conclama o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, para que proíba de vez as touradas na Espanha.

Fotos: calafellvalo/creative commons/flickr (abertura – imagem de arquivo de Pamplona) e demais reprodução Facebook Ajuntament d’Onda

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Um comentário em “Homem morre durante corrida de touros na Espanha

  • 1 de novembro de 2021 em 6:22 PM
    Permalink

    Truculência e brutalidade à altura de humanos comprometidos com o pior de si mesmos, onde animais inocentes e puros ficam à mercê da sanha destes bárbaros psicopatas. A pessoa que morreu é muito menos vítima do que o pobre animal que a matou.

    Resposta

Deixe uma resposta