PUBLICIDADE

Harrison Ford faz apelo pela proteção da biodiversidade global

Em um curta-metragem produzido em parceria com a Fundação Edward O. Wilson para a Biodiversidade e o Projeto ‘Half-Earth, o conservacionista e ator Harrison Ford faz um apelo apaixonado para proteger a biodiversidade global.

Trata-se de um convite perfeito para este Dia da Terra, 22 de abril: ouvirmos as vozes da biodiversidade e agirmos para reimaginar a forma como podemos cuidar do planeta.

A mensagem de Ford foi escrita em colaboração com o escritor de ficção Anthony Doerr, vencedor do Prêmio Pulitzer de 2015, e a Dra. Paula J. Ehrlich, presidente e CEO da Fundação.

“Qualquer vida individual – a minha ou a sua – nada mais é do que um fio na longa corda da vida”, diz Ford no vídeo lançado pela fundacao em seu site e nas redes sociais. “A coisa mais significativa que podemos fazer durante o nosso tempo na Terra é garantir que a corda não fique muito desgastada para a próxima geração”.

Com esta mensagem forte e singela ao mesmo tempo, Ford quer conscientizar as pessoas sobre a importância da biodiversidade para nossas vidas e para a sustentabilidade duradoura do planeta.

“A voz de Harrison ecoa o coração de Edward O. Wilson, renomado naturalista, biólogo e entomologista. Sua maior esperança”, disse Ehrlich, “era que nutrimos uma aventura emocionante na natureza para melhor compreender e cuidar da natureza”.

Para o écologo Thomas Lovejoy, que cunhou o termo diversidade biológica e nos deixou em 25 de dezembro de 2021, um dia antes de Wilson, “Ed [como o chamava] desempenhou o papel mais importante na elevação da biodiversidade na consciência pública […]. “Sua escrita elegante contribuiu como nenhum de nós, biólogos”.

Sim, a maior esperança de Wilson era de que “nutríssemos uma aventura emocionante na natureza, a fim de melhor compreendê-la e cuidá-la”.

Os amigos Harrison e Edward

Harrison Ford foi amigo de Wilson desde o início dos anos 1990. Trabalharam juntos durante quase três décadas para defender a conservação da biodiversidade global, e Ford continua a ser um forte defensor da fundacao E.O. Wilson.

Em 2002, o biólogo nomeou uma nova espécie de formiga como Pheidole harrisonfordi em reconhecimento luta de Ford e, em 2010, os amigos se uniram novamente para criar o Prêmio Wilson de Redação em Ciência Literária (PEN/E.O.)

Harrison Ford convida a ouvirmos o silêncio

A seguir, leia o mensagem de Ford, Doerr e Ehrlich, em português, e, no final deste post, assista ao vídeo com o ator (em inglês).

“Sem dúvida,
2024 será barulhento.

Incêndios florestais e guerras,
bots e TikToks,
estrelas pop e presidentes:
todos eles rugirão pela nossa atenção.

Meu humilde pedido para o próximo ano
é que arranjemos tempo para ouvir o silêncio.

Meu querido amigo, E. O. Wilson,
descanse sua alma,
diria que as vozes baixas são as mais importantes:
o krill e as lagartas,
os besouros e as bactérias.
As formigas.

Os sistemas que sustentam a vida na Terra –
que colocou pássaros em nossos céus,
e água em nossos rios, oxigênio em nossa atmosfera –
são incrivelmente antigos,
densamente interligados,
e tapeçarias apenas parcialmente compreendidas
composto por milhões de espécies,
todos trocando matéria e energia em um glorioso balé rodopiante
que é tão lindo
pode colocá-lo de joelhos quando você começar a ajustar sua mente a isso.

Mas os ecossistemas não são apenas sinfonias silenciosas para admirar.
Os ecossistemas permitem-nos a nossa riqueza impossível,
vidas deslumbrantemente belas.

Mesmo assim, arrancamos fios dessas magníficas tapeçarias todos os dias.
Desvendamos nossos próprios sistemas de suporte.T
odos os dias eles ficam mais quietos
enquanto todo o resto fica mais alto.

Nossas vidas são apenas um estalar de dedos
na história de 3,5 bilhões de anos
de vida em nosso planeta.

Qualquer vida individual – a minha ou a sua –
nada mais é do que um fio na longa corda da vida.

A coisa mais significativa que podemos fazer em nosso tempo na Terra
é garantir que a corda não fique muito desgastada para a próxima geração.

Qual jovem você mais ama no mundo?
Você consegue imaginá-los?

Quando chegarem à sua idade,
você não quer que eles possam passear pelo campo alguma noite
e ouvir as menores coisas?
As formigas e as lagartas?
As sementes germinando no solo?

Você não quer que eles cresçam com os últimos mistérios,
abrindo silenciosamente na escuridão?

É isso que a Terra viva tem para nos oferecer.
Toda uma poesia de mistérios,
de possíveis descobertas.

Uma infinidade de aventuras –
e, em última análise, insights –
que são a pedra angular para uma nova forma de compreender
a bela complexidade do nosso planeta
e como podemos administrar melhor a sua estabilidade duradoura.

Esta curiosidade esperançosa é o cerne da E.O. Os livros de Wilson,
incorporado no trabalho do E.O. Fundação Wilson para a Biodiversidade,
e, finalmente, trazido à vida através de uma profunda crença em você,
e a nossa determinação humana partilhada de salvar o mundo natural.

Por favor,
Junte-se a mim para ouvir as vozes da biodiversidade
e tomar medidas para reimaginar como podemos cuidar do nosso planeta.

A seguir, assista ao vídeo:

____________________

Agora, o Conexão Planeta também tem um canal no WhatsApp. Acesse este link, inscreva-se, ative o sininho e receba as novidades direto no celular.

Fotos: Fundação Edward O. Wilson (Harrison Ford) e FreePik (borboletas monarca)

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE