Ford anuncia que só venderá carros elétricos e híbridos na Europa a partir de 2026

Ford anuncia que só venderá carros elétricos e híbridos na Europa a partir de 2026

Este parece mesmo ser um caminho sem volta. No final de janeiro escrevi aqui sobre a notícia de que a maior montadora de carros dos Estados Unidos, a General Motors, só terá modelos elétricos a partir de 2035. Agora foi a vez de outra fabricante de veículos anunciar que seguirá o mesmo caminho. A Ford Motors informou que em cinco anos só venderá carros elétricos ou híbridos na Europa.

Segundo nota divulgada pela empresa, a partir de 2026, todos os veículos de passageiros comercializados naquele continente terão emissão zero de carbono. E quatro anos depois, em 2030, só serão oferecidos modelos com bateria elétrica.

Para atingir a meta, a Ford fará um investimento de U$ 1 bilhão na transformação de sua fábrica em Colônia, na Alemanha.

“Estamos entrando em um futuro totalmente elétrico na Europa”, afirmou Stuart Rowley, presidente da Ford europeia.

A previsão é que o primeiro veículo de passageiros totalmente elétrico montado na Alemanha será produzido em 2023.

Muitos países e fabricantes estão deixando os combustíveis fósseis para trás. Na Noruega, por exemplo, os elétricos já representam 54% das vendas de carros novos. O governo norueguês tem como objetivo ser a primeira nação do mundo a proibir a comercialização de carros a gasolina ou diesel a partir de 2025.

Já o Reino Unido anunciou que irá antecipar para 2035 a proibição da venda de veículos a gasolina e a diesel e a França definiu o prazo para 2040. Holanda também se comprometeu com o mesmo prazo que a Noruega: 2025.

Enquanto isso, no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que irá zerar os impostos federais sobre o diesel pelos próximos dois meses. O combustível é feito a partir de combustíveis fósseis e a sua queima libera gases de efeito estufa, responsáveis pelo aquecimento da superfície da Terra.

Leia também:
Oxford e Coventry devem se tornar primeiras cidades da Inglaterra a ter frotas de ônibus totalmente elétricas
Todos os novos carros vendidos na Califórnia a partir de 2035 deverão ser elétricos
Alemanha começa 2021 com novo imposto de emissão de carbono sobre produtos e serviços
Israel inicia projeto piloto de rua “elétrica”, que recarrega veículos remotamente

Foto: divulgação Ford Motors

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta