PUBLICIDADE

Filhotinhos de onça brasileira nascem no Parque Nacional de Iberá, na Argentina

Três novos moradores de parque nacional da Argentina são filhotes de onça brasileira

Coli é um macho de onça-pintada vindo do Refúgio Faro Moro, no Paraguai, e Juruna, uma fêmea do Criadouro Científico NEX No Extinction, no Brasil. Os dois agora são os pais de três filhotinhosargentinos – que acabam de ser registrados pelas armadilhas fotográficas da Fundación Rewilding Argentina, no Parque Nacional de Iberá.

O nascimento dos três é simbólico e mostra a importância da cooperação e parceria entre nações vizinhas no projeto de reintrodução da espécie. Durante 70 anos não existia nenhum yaguareté, como é chamada a onça-pintada em espanhol, na área do parque nacional na província de Corrientes, ao norte da Argentina. A Panthera onca, maior espécie de felino das Américas e a terceira maior do mundo, tinha sido extinta localmente.

Em 2012 a Fundación Rewilding criou o Centro de Reintroducción de Yaguareté (CRY), na Isla San Alonso, no coração de Iberá, com a intenção de reproduzir a espécie em cativeiro e preparar essas onças-pintadas para serem soltas na natureza.

Juruna e a irmã Mariuá chegaram ao Nex No Extinction, em Corumbá do Goiás, em 2017. Eram órfãs, pois a mãe havia sido morta por caçadores. As duas foram criadas em um ambiente isolado, com o mínimo de contato com humanos, justamente para que pudessem ser reintroduzidas na natureza no futuro.

Dois anos depois, em 2019, elas foram enviadas para o programa argentino. Primeiro elas ficaram no centro de reintrodução, onde ambas geraram filhotes. E em 2021, foram enfim soltas no parque nacional, o maior do país.

E há poucos dias, veio a boa notícia, de que Juruna era mãe novamente! E esse é o primeiro registro de três filhotes, sendo que o mais comum é serem apenas dois.

“Descobrir novas onças sempre é uma grata surpresa, mas neste caso o assombro foi ainda maior: pela primeira vez registramos três filhotes, algo bastante incomum para a espécie, que geralmente produz um ou dois filhotes”, compartilhou a Rewilding Argentina em suas redes sociais. “Esses três pequeninos são fundamentais para aumentar a variabilidade genética da população de onças-pintadas Iberá, já que se trata da primeira ninhada de filhotes de Coli, o último macho solto neste grande pantanal”.

A volta do grande predador

Na última década vários animais nascidos no Centro de Yaguareté foram reintroduzidos no parque. Em 2022, por exemplo, contamos a história de Arandu e Jasy, os primeiros filhotes a nascerem em vida livre, após 70 anos, em Iberá.

As oncinhas eram filhas de Arami, uma fêmea nascida em 2018. Ela foi criada num recinto gigante em San Alonso, ao lado da mãe, Tania, mas longe da presença humana. Em setembro de 2021, ela ganhou a vida selvagem. Através do colar que usava, os biólogos conseguiram monitorar sua adaptação e seu deslocamento dentro do parque e o nascimento de suas crias.

Arandu e Jasy eram filhas também de Jatobazinho, outra onça brasileira, um macho resgatado e doado ao projeto de reintrodução.

“O nascimento destes novos filhotes reforça o retorno do principal predador das montanhas e estuários de Corrientes, ao mesmo tempo que posiciona o Parque Nacional Iberá como um dos parques nacionais argentinos com maior número de onças-pintadas”, celebra a Fundación Rewilding.

——————————

Agora o Conexão Planeta também tem um canal no WhatsApp. Acesse este link, inscreva-se, ative o sininho e receba as novidades direto no celular

Leia também:
Argentinos celebram nascimento de sete filhotes de onças em parque nacional onde há dois anos não havia nenhuma delas
Rewilding na Argentina: o sucesso da restauração de ecossistemas com a reintrodução de animais, em belíssimo livro
Armadilhas fotográficas e colares GPS ajudam biólogos a acompanhar crescimento de filhotes de lobo-guará no maior parque nacional da Argentina

Foto de abertura: reprodução vídeo

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE